Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Requebre a cintura

Quer fazer bonito e impressionar? Saiba onde aprender a dançar ritmos latinos e exibir o seu gingado.

Foto: Getty Images


Casa cheia, som agitado. Enquanto isso, casais se unem e cruzam toda a pista com passos elaborados e, até mesmo, manobras ousadas. E nessa hora surge um verdadeiro dilema para quem não sabe dançar. Envolvente e sedutor, o estilo tomou conta da noite e é cada vez mais procurado em escolas de dança pelos chamados "pé-de-valsa" e por quem pretende se tornar referência no salão.

Com origens nos bailes da nobreza européia, a dança foi levada pelos colonizadores para as diversas regiões das Américas e disseminou-se em vertentes como tango na Argentina, maxixe e gafieira no Brasil, habanera em Cuba, que deu origem a diversos ritmos como salsa, bolero e rumba. Conheça alguns locais onde você pode aprender a dançar e não sobrar na balada.

São Paulo

Além de aulas de língua espanhola, a dança é uma das principais ações no Colégio Miguel de Cervantes. Como forma de divulgar e valorizar a cultura do país, o espaço promove diversos encontros de grupos das mais variadas escolas que divulgam a cultura e a arte da Espanha através do flamenco. A responsável pelo local é a professora Laureana Rosario de la Iglesia Alonso.

Ponto de encontro para troca de idéias e experiências sobre a arte flamenca, a Cuadra Flamenca promove diversas atividades como: aulas regulares de flamenco e trabalhos corporais complementares, workshops de dança e música flamenca, formação de grupos amadores e profissionais, organização de shows e eventos de flamenco, etc. Ideal para quem quer se familiarizar com os ritmos latinos e conhecer melhor a história da dança.

A escola de dança do professor Jaime Arôxa, coreógrafo de novelas e miniséries da Rede Globo, promove diversos bailes com tango e dança de salão. Para quem quer fazer bonito no salão, a escola oferece cursos regulares de zouk, salsa, tango e outros ritmos. Tradição no espaço, os bailes e domingueiras são a grande sensação. 

Foto: Getty Images


Rio de Janeiro

Carlinhos de Jesus, um dos dançarinos mais famosos do Brasil, também é adepto das danças latinas. Em sua academia, Casa de Dança Carlinhos de Jesus, os ritmos são muito procurados pelos frequentadores. Ao lado do coreógrafo um grupo de dançarinos de salão são responsáveis pelas aulas e apresentam-se em eventos especiais.

Localizada no Shopping Downtown, os cariocas podem aprender na Lá na Gafieira.  Com turmas de no mínimo 5 alunos, as aulas são ministradas em quatro módulos: iniciante, intermediário, avançado e expert.

Belo Horizonte

Fundada em fevereiro de 2002, a Escola Bailar trabalha com turmas iniciantes, iniciadas, intermediárias e fechadas (o ingresso é feito após um teste de nível com os professores) onde os movimentos e técnicas são passados respeitando o tempo de aprendizado de cada aluno. Sendo assim, pessoas que nunca dançaram antes podem se matricular sem medo de aprender.

Curitiba

Com mais de 18 mil alunos formados, o Centro de Dança Latina Walmir Secchi é referência nacional e internacional no ensino de ritmos latinos e neolatinos. A escola atende um público diversificado, desde pessoas que nunca tiveram contato com a dança, até profissionais da área, artistas e instituições de ensino. 

Foto: Divulgação


 Onde dançar
Na região do ABC, a Troppo (foto) é uma opção para os apaixonados pela dança latina. A casa abre suas portas de sexta a domingo e traz na programação muito zouk e ritmos quentes como salsa, merengue, entre outros. Quem não está tão familiarizado assim com o estilo, não precisa se preocupar. O local disponibiliza, antes de começar a noite, aulas gratuitas para que você não fique no canto da pista e arrisque alguns passos pelo salão.

Para os apreciadores de Zouk, o Carioca Club é uma boa pedida. O local abre espaço para o ritmo e envolve todos os presentes em uma noite onde só não dança quem não quer. A casa traz os Djs Edu e Godox na chamada Noite dos Vampiros com decoração temática e muita animação.

Dança de salão, salsa e merengue com banda ao vivo e rock latino são alguns dos ritmos que embalam os frequentadores do Buena Vista Club. Para quem não sabe dançar, a casa oferece aulas gratuitas de forró e zouk.

O club cubano Azucar está há 10 anos fazendo muitos adeptos da dança suarem na pista. Todas as quartas são oferecidas aulas de salsa e merengue com a professora Marcia Mathias. O local já foi palco de grandes nomes da música latina como a banda Buena Vista Social Club e oferece um clima balada/bar, em uma das melhores segundas-feira de São Paulo.

Um pedaço de Cuba pode ser desfrutado na Vila Madalena. Sucesso há mais de 8 anos, o Conexión Caribe traz uma seleção de ritmos latinos, como a salsa e o merengue, além de servir um legítimo jantar típico. O local é ideal para quem quer aprender a dançar, ou treinar seus passos na pista, ao som do DJ Esteban Martinez. Nas quartas, o taco mexicano é por conta da casa.


Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo