Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Saraus em ebulição

O evento que antes era restrito à corte, hoje, oferece mais cultura e conhecimento literário a quem antes não tinha acesso.

Foto: Divulgção/colecionadordepedras.blogspot.com

A Cooperifa também realiza saraus em espaços alternativos. Na foto, os integrantes do grupo fizeram uma apresentação na estaçao do metrô Santa Cecília

Casarões sofisticados, nobreza reunida, traje a rigor, piano de cauda e aristas recitando poemas são itens que compõem o cenário tradicional dos saraus, comuns no século XIX. No Brasil, o evento chegou com a família real e tornou-se símbolo de erudição e requinte. A primeira cidade a aderir o modismo europeu foi o Rio de Janeiro, mas logo a aristocracia paulista adotou os saraus em suas reuniões sociais e já na segunda metade daquele século, o evento se espalhou pelo país.

Passou o tempo. E a maneira de reunir pessoas para apreciar arte e poesia acompanhou as mudanças da sociedade. Hoje, para a realização de um sarau basta apenas pessoas dispostas a escutar ou recitar poesias. Bares, escolas, casas de amigos, centros culturais, museus e até estações de metrô abrigaram esses encontros, que costumam reunir músicos, artistas e um público sensível, capaz dispensar um pouco do seu preciso tempo para contemplar e enriquecer a alma de boa música e poesia.

Para o enriquecimento da cultura da população brasileira, está cada vez mais frequente a realização dos saraus em todo o país. Somente na região metropolitana de São Paulo, a Poiesis - administradora da Casa das Rosas e do Museu da Língua Portuguesa, entre outras instituições culturais - destacou 60 pontos de encontros. O mapeamento foi uma iniciativa da organização para facilitar o intercâmbio de poetas e fortalecer o convívio entre realidades diferentes.

Herança literária

Fernanda de Almeida Prado é uma psicóloga e psicanalista que teve a sorte de crescer em meio a encontros literários. Seu pai foi professor-fundador da Universidade Estadual Paulista - Unesp - de Assis e promovia saraus litero-musicais na cidade. Inspirada no projeto dele, Fernanda criou o Chama Poética, em 2004. A iniciativa fomenta a arte através da poesia, da prosa poética e da música. As realizações sempre contam com artistas qualificados e competentes, englobando um grupo 150 integrantes fixos, entre eles atores, músicos, poetas e convidados especiais, que alternam suas apresentações.

"Nosso diferencial é que ao pensarmos em um tema, fazemos uma costura prévia entre a música e a poesia", explica Fernanda ao fazer um paralelo com o estilo do sarau tradicional, em que não é comum a produção de um roteiro antes da apresentação. O Chama Poética possui três eventos mensais em locais diferentes: a Casa das Rosas, o Museu da Língua Portuguesa e a Biblioteca São Paulo. No entanto, as apresentações do grupo não se restringem apenas a esses espaços e já chegaram a promover saraus em várias unidades do Sesc, no metrô Santa Cecília, em universidades do interior e até em uma praça pública de uma cidade de três mil habitantes, próxima a São Paulo.

Foto: Cynthia Vanzella

O Sarau Elétrico já se tornou um evento tradicional nas noites de terça-feira, em Porto Alegre, e costuma reunir muitos apreciadores de poesia, assim como de música

Iniciativa que fez a diferença

Espaço inusitado para realizar sarau acontece também nos eventos da Cooperativa dos Artistas da Periferia - Cooperifa -, em Piraporinha, zona sul paulistana. O bar do pai do poeta Sérgio Vaz - um dos criadores da organização - é o local em que os moradores e artistas da região se reúnem para ler suas poesias ou apenas para apreciar a literatura popular. "Sem museu e sem cinema, o único espaço público da periferia era o bar. Assim, transformamos esse espaço em centro cultural", expõe Vaz, que teve o apoio do jornalista Marco Pezão para montar a Cooperifa, em 2001.

O sarau acontece toda quarta-feira e chega a atingir um público de 300 pessoas por semana. O poeta aposta muito no projeto, dentre os motivos está o fato de que grande parte dos jovens que frequentam o sarau e tinham parado de estudar, voltaram para a escola. Sem contar que já foram publicados mais de 60 livros escritos pelas pessoas da comunidade. Se você já entrou no clima dos saraus, confira abaixo os principais locais em que a música se funde com a poesia e a arte.

São Paulo

Chama Poética
Data: 10 de outubro
Horário: 17h
Preço: Gratuito
Endereço: Casa das Rosas - Av. Paulista, 37, Bela Vista
Telefone: (11) 3285-6986?
Mais informações: sarauchamapoetica.blogspot.com

Cooperifa
Data: Toda quarta
Horário: 20h30
Preço: Gratuito
Endereço: Bar do Zé Batidão - Rua Bartolomeu dos Santos, 797, Jd. Guarujá
Telefone: (11) 8358-5965

Sopa de Letrinhas
Data: 24 de setembro - Sempre na última sexta do mês
Horário: 21h30
Preço: R$ 10,00
Endereço: Bagaça Botequim & Petiscaria - Rua Clélia 2023, Lapa (esquina com a Jeroaquara)
Telefone: (11) 2386-4915

Rio de Janeiro

Poeta Saia da Gaveta
Data: Toda 2ª terça do mês
Horário: 19h
Preço: Gratuito
Endereço: Casa do Bacalhau - Rua Dias da Cruz, 426, Méier
Telefone: (21) 9252-9031

Poesia em Movimento (voltado para as crianças)
Data: Todo sábado
Horário: Das 9h às 12h
Preço: Gratuito
Endereço: Comunidade de Estudos Científicos - Rua Arquias Cordeiro, 614, Méier
Telefone: (21) 2269-6572

Sarau da Casa de Cultura Hebe de Holanda
Data: Toda 2ª quinta do mês
Horário: 20h
Preço: Gratuito
Endereço: Casa de Cultura Hebe de Holanda - Rua Eng. Rozauro Zambrano, 302, Jd. Guanabara
Telefone: (21) 2466-0661

Porto Alegre

Sarau Elétrico
Data: Toda terça
Horário: 21h
Preço: R$ 10,00
Endereço: Bar Ocidente - Rua Osvaldo Aranha, 960, Bom Fim
Mais informações: saraueletrico.com.br

Sarau com Ritmo
Data: Toda 2ª terça do mês
Horário: 19h
Preço: Gratuito
Endereço: Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo - Rua dos Andradas,1223, Centro Histórico
Telefone: (51) 3228-9710

Florianópolis

Sarau das Letras
Data: 27 de novembro
Horário: Programação a partir das 8h30
Preço: Gratuito
Endereço: Unisul - Rua Padre Roma, 404, Centro
Telefone: (48) 3279-1034

Natal

Sarau Litero-musical do CRO
Data: Toda 1ª e 3ª quarta do mês
Horário: 18h
Preço: Gratuito
Endereço: Rua Cônego Leão Fernandes, 619, Petrópolis
Telefone: (84) 3222-4657

Assista o vídeo de uma das apresentações do sarau Chama Poética, na Casa das Rosas.



Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo