Guia da Semana
Viagens
Por Redação Guia da Semana

Saúde

Região predominantemente de classe média alta, o distrito possui mais de 118 mil habitantes.

Fotos: Gabriel Oliveira/ Guia da Semana
Avenida Bosque da Saúde


Considerado um bairro nobre da região sul de São Paulo, a Saúde nasceu como uma parada na passagem de centenas de tropeiros pelo Caminho Cruz das Almas. Naquele ponto (hoje o cruzamento das ruas Santa Cruz e Domingos de Morais) existia um crucifixo onde se acendiam velas e colocavam imagens de santos em homenagem aos mortos. Neste local foi construída a capela de Santa Cruz, que hoje não faz mais parte do bairro, mas marcou sua criação.

Em 1925, a Prefeitura de São Paulo reservou uma parte do distrito, o Bosque da Saúde. A área verde era freqüentada por moradores de bairros vizinhos, que iam até lá fazer piqueniques aos fins de semana. Essa calmaria acabou quando, em 14 de setembro de 1974, a primeira linha do Metrô chegou ao bairro, atraindo inúmeros moradores e comércio para a região.

Onde passear

Como a Saúde é essencialmente residencial, os moradores acabam indo para bairros vizinhos em busca de entretenimento, mas se engana quem pensa que não há nada para fazer por ali. Diversão garantida, principalmente para a criançada, o Zôo Safari possui mais de 300 animais soltos, como girafas, zebras e macacos, em locais que imitam seus habitats naturais. Outra atração é o Zoológico, com mais de 3 mil animais em 80 mil metros quadrados.

Além da bicharada, a região abriga clubes que fazem a alegria das famílias aos fins de semana, como a Associação Atlética Três de Setembro, com mais de 4 mil metros quadrados, piscina semi-olímpica, área de sol, churrasqueira, playground e duas quadras.

Onde comer

Ao contrário do que se pensa, a Saúde guarda diversas opções gastronômicas e barzinhos, principalmente na Avenida Professor Abraão de Morais. Para quem é adepto ao vegetarianismo, o restaurante Vegethus oferece um cardápio 100 % vegetariano, com pratos doces e salgados. Quem prefere um pastel, no Croc 30 é possível provar os sabores clássicos e alguns bastante diferentes, como o de ricota fresca, tomate seco, coração de alcachofra, nozes picadas, azeitona sem caroço e orégano.

O bairro também possui diversos bares, como o Bar do Luiz Nozoie, o Santo Antônio Botequim e a Villa São Paulo, que reúne um botequim, uma hamburgueria, um sushi-bar, uma doceria e um balcão de açaí.

Onde comprar

As principais vias de comércio na Saúde são as avenidas do Cursino, Miguel Estéfano e Bosque da Saúde. Nelas, você pode encontrar todos os bancos, supermercados, lojas de conveniência, de roupas femininas e vários serviços. Nas proximidades da estação do Metrô está a maioria das lojas, mas não espere um grande comércio no bairro.

Confira os serviços que a Saúde possui!

Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

7 passeios imperdíveis na cidade de Jaú, interior de São Paulo

Viagens

7 museus de figuras importantes brasileiras que você precisa conhecer

Viagens

O que fazer na cidade de El Calafate, na Argentina

Viagens

Conheça o incrível Parque Nacional Anavilhanas, no Amazonas

Viagens

7 cidades incríveis para visitar na Serra da Mantiqueira

Viagens

Conheça Penedo, a "Finlândia brasileira" no Rio de Janeiro

Viagens