Guia da Semana

Guia da Semana

Fotos: www.sxc.hu

Conhecer as principais cidades dos Estados Unidos a pé. Parece loucura, mas duas empresas americanas já estão oferecendo esse tipo de serviço para os turistas amantes de caminhada ou corridas de rua. Você escolhe o tipo de turismo que quer, histórico, cultural ou informal, como dicas de restaurantes. Os guias maratonistas vão ao hotel no horário que o cliente quiser e traçam o roteiro que melhor se encaixa na sua necessidade. Se os pontos turísticos escolhidos pelas pessoas forem muito distantes entre si, impossibilitando a corrida, é permitido pegar o metrô por algumas estações e continuar a corrida do outro lado da cidade.

Além dos turistas corredores, o serviço também quer atingir o público de executivos, que muitas vezes interrompem o seu treinamento durante as viagens por falta de familiaridade com a cidade.

A City Running Tours cobra US$ 60 para andar ou correr 10 km em Washington, Chicago, Nova York e San Diego. A outra empresa dos EUA que faz o pacote é a American Running Guides, trabalhando com as cidades de Las Vegas, São Francisco, Seattle e Califórnia, além de também cobrir Nova York. Você paga US$ 45 pelos primeiros 8 km e US$ 5 por cada milha (1,6 km) adicional. Além disso, existe também a opção de trilha, nos arredores da cidade. O preço é um pouco maior, US$ 65 por 8 km e US$ 6 por milha adicional.

A City Running Tours começou em 2005, na cidade de Nova York, pelo corredor amador Michael Gazaleh, que decidiu aproveitar o potencial turístico da cidade, também tradicional e famosa por suas corridas de rua.

Hoje, para Chicago, há cinco pacotes diferentes. Em todos, aprecia-se a visão do Rio Chicago e do Lago Michigan. Em San Diego, há sete tipos diferentes de trajetos para acompanhar principalmente a famosa praia La Jovia Cove, enquanto os guias contam histórias sobre os índios Kumeyaay, povo ainda presente na região. Em Washington, são dez percursos, passando pelo Rio Potomac e Monumento de Washington.

Já a American Running Guides foi fundada por Jim Vernon, ultramaratonista desde 1998. Com a obrigação de correr quase 100 km por semana, conheceu muitos lugares a pé. Foi aí que teve idéia de montar uma empresa especializada em turismo de corrida.

A empresa oferece um passeio por Las Vegas, onde o corredor fica longe do jogo e faz a atividade física próximo do Canyon Red Rock. Em São Francisco, o turista escolhe entre a corrida na cidade ou em uma trilha fora dela. Pela cidade, as principais atrações são o Parque e a Ponte Golden Gate. Fora dela, a trilha em Marin é a opção. Em Nova York, as duas oferecem mais de 20 opções de corrida para conhecer os pontos turísticos da Big Apple.

No Brasil, não há registro de empresas que promovam corridas com visão para o turismo. Apesar de muitas provas de rua passarem por centros históricos das cidades, a quilometragem está pré-determinada, portanto os corredores não conseguem fazer caminhos alternativos para conhecer a cidade.

Atualizado em 6 Set 2011.