Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Senhores do tempo

Arrume sua mala e coloque o pé em estradas repletas de história e mistérios. Conheça mais sobre algumas civilizações antigas do planeta.

Ao conhecer um país, qual a primeira coisa que você procura saber? Cultura local, costumes, gastronomia ou baladas? Seja na região latina, europeia ou asiática, cada uma é detentora de muita história. Fonte de sabedoria e ensinamentos, os países de civilizações antigas envolvem os turistas não somente pelos atrativos naturais, mas também pela atmosfera da qual o viajante se vê fazendo parte. Afinal, pisar em templos datados de a.C. e regiões fundamentais para a formação da humanidade é um privilégio único. Na hora de montar o roteiro surge a dúvida: para onde ir? Para ajudar nessa escolha, separamos algumas das civilizações antigas mais tradicionais do planeta.

Grécia

Foto: Sxc.hu


Tradicionalmente, a Grécia Antiga abrange desde os primeiros Jogos Olímpicos em 776 a.C. até a morte de Alexandre, o Grande em 323 a.C. Situado na porção sul da Península Balcânica, o território da Grécia continental é marcado pelo relevo montanhoso. Procurada por turistas do mundo todo, a cultura da região é considerada a base da civilização ocidental e exerceu influência sobre os romanos, encarregados de repassá-la a diversas partes da Europa.

Recentemente, praias como Creta, Mikonos e Santoríni ganharam fama de lugar ideal para quem curte agitação. Além da badalação, o turista que vai à Grécia não pode deixar de passar por pontos históricos como Cidade de Atenas, Acrópole e o Partenon (foto), templo da deusa grega Atena, construído no século 5 a.C. Vale também uma passada pela região do Peloponeso, através do Canal de Corinthos, visitando Mycenas, o teatro de Epidauros, a antiga Olympia, o Oráculo de Delphos e o famoso Templo do deus do mar, Poseidon.

México

Foto: Sxc.hu


Registros de fogueiras e ferramentas de pedra encontradas no Vale do México afirmam que a região é datada de 21 mil anos. O local tem algumas das maiores estruturas piramidais construídas na América pré-colombiana. Um dos principais atrativos são as construções, exploradas por meio de passeios nas ruas do centro histórico, começando pelas ruínas (foto), a Catedral Metropolitana, o Palácio Nacional e dos Correios, do qual são nítidos admiráveis trabalhos artísticos.

A cultura mexicana reflete a mistura das civilizações pelo mundo e no Museu Numismático essa história é contada através das gravuras. Grande parte dos turistas vão a Chapultepec, o parque mais visitado da cidade, que conta com um zoológico, seção de jogos mecânicos e grandes extensões de áreas verdes com monumentos e belas fontes. A vida noturna da Cidade do México é para todos os gostos. É possível encontrar lugares para dançar e desfrutar todos os gêneros musicais, sem deixar de lado ritmos tradicionais como bolero e jachoro - danças típicas da região -, além de Los Mariachis e trios românticos.

Egito

Foto: Sxc.hu


A história do Antigo Egito é datada de 3.150 a.C. e termina por volta de 30 a.C. quando o local se transformou em uma província do Império Romano, após a derrota da rainha Cleópatra VII na Batalha de Ácio. A civilização egípcia foi umas das primeiras grandes culturas da humanidade e responsável por grande parte das formas políticas, artísticas, literárias e religiosas do mundo. O país atrai viajantes não só pelos monumentos faraônicos, mas também pela riqueza artística e arquitetônica, herança de dinastias que sobreviveram no poder ao longo dos séculos.

A região faz fronteira com a Faixa de Gaza, Israel e Líbia, e é quase toda  desértica - com exceção das margens do Nilo. Entre as atrações imperdíveis estão as pirâmides de Quéops, Quéfren e Miquerinos, a famosa Esfinge (foto), o Mar Vermelho, que possui mais de mil espécies de peixes e 450 tipos de corais, um passeio de camelo pelo deserto, o museu de Cairo, além de um dos mais fascinantes cruzeiros do mundo. Por incrível que pareça, há belas praias de areia branca do Mediterrâneo e os corais do Mar Vermelho, que tornam o Egito um dos melhores pontos de mergulho do mundo. Essas são ótimas opções para arrematar o calor do país.

Turquia

Foto: Sxc.hu


Devido à posição estratégica entre a Ásia e a Europa, a Turquia - denominada Anatólia - foi berço de centenas de civilizações desde os tempos pré-históricos. Considerado um dos mais ocidentalizados países de população muçulmana, o local reserva surpresas aos olhos de quem passa por lá. O Estreito de Bósforo, uma espécie de Canal Grande turco, separa a porção europeia - apenas 3% da aérea - da Ásia. Essa passagem estratégica entre o Mar Negro e o Mar Egeu divide em duas a metrópole cultural do país, Istambul.

A combinação de influências culturais diversas torna a paisagem da cidade misteriosa e exótica. As ruas são repletas de aromas e bazares em forma de labirintos. As grandes atrações da Turquia são Pamukkale, com um conjunto de piscinas naturais, e Capadócia (foto), que convive com erupção de vulcões e chuvas fortes há milhões de anos. Porém, tamanhos fenômenos geram grandes vales, torres de pedra e casas-cavernas, que são a alegria dos turistas. O bairro histórico de Sultanahmet é a melhor base para quem pretende explorar a cidade e aproveitar os melhores hotéis, albergues, restaurantes, casas noturnas e lojinhas.

Peru

Foto: Sxc.hu


Os primeiros indícios da presença humana no território peruano datam de aproximadamente 10.560 a.C. O Peru situa-se no oeste da América do Sul, às margens do Oceano Pacífico Sul, entre o Chile e o Equador, e faz fronteira com a Colômbia, Brasil e Bolívia. Visitar o país é muito mais que conhecer a cultura sul-americana, é também descobrir a história da América e suas civilizações mais antigas. Os monumentos de Cuzco, as praias do Pacífico e a agitação de Lima, atreladas à alta gastronomia peruana, fazem da região um sucesso entre os turistas.

 A capital Machu Picchu (foto) é uma das regiões mais visitadas, devido à sua beleza e mistérios a cerca da 'cidade perdida'. Por lá, há as Linhas de Nazca, o Lago Titicaca e suas famosas ilhas. Em meio a montanhas e vales, o caminho até a capital é o maior atrativo para os aventureiros de plantão, que passam quatro dias fazendo a caminhada na Trilha Inca. Datadas de 1911, as ruínas sagradas transformaram-se em um dos principais pontos de visitação, principalmente de mochileiros de todo o mundo.

Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo