Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Toque europeu

Viajar para fora do país pode sair muito mais em conta e mais divertido do que se pensa, principalmente se o destino for a Argentina.

Foto: Arquivo Pessoal

Falar da Argentina é, sem dúvida, um paradoxo. Pensar na rivalidade que existe com o Brasil no futebol, por exemplo, não incita a vontade de conhecer e explorar esse país rico em cultura e valores. Em muitos aspectos, podemos comparar sua capital às grandes metrópoles, seja no tradicional congestionamento que marca a rotina da população, como a poluição visual que distorce certo clima europeu. Contudo, a estrutura e as condições designadas ao turismo são únicas, pouco vistas em outras localidades do mundo.

O preço da passagem não ultrapassa R$ 700,00 e para se manter, somando estadia, alimentação, passeios e compras sem excessos, no período de uma semana aproximadamente se gasta em torno de R$ 1.500,00. O que indica que é uma viagem que vale a pena e que cabe no bolso.

Alimentação

Após um percurso relativamente longo e cansativo, uma boa opção é comer em um local já familiar. A rede de fastfood Mc Donalds figura em muitos pontos do centro portenho, confirmando a hegemonia americana. Mas, conhecer a culinária local é imprescindível: as tradicionais empanadas de massa assada de farinha e queijo com recheios diversos, as medialunas, conhecidas no Brasil como croissant, e o refrigerante de pomelo, uma fruta local. E o melhor é que se pode comer a qualquer hora; Buenos Aires (assim como São Paulo) funciona 24 horas.

Transporte

No metrô há cinco linhas que percorrem toda a cidade. O custo é de $0,70 pesos e é importante que você já tenha o dinheiro contado, pois em algumas bilheterias não há troco. Os trens são antigos, mantêm o modelo original de construção. Em certas estações, é necessário abrir a porta do vagão manualmente. Mas, de uma forma geral, é tudo tranquilo e de fácil acesso.

Pontos turísticos de Buenos Aires

Na Praça de Maio, famosa por ter sido palco de inúmeras manifestações, podemos avistar a Casa Rosada, sede do governo argentino. Em Puerto Madero existe uma infinidade de bons restaurantes que circundam o rio-mar. Nesse bairro nobre, há prédios com arquitetura futurista e muitas lojas. No papel de turistas, talvez as pessoas sintam certa dificuldade ao realizar seu pedido. É importante ressaltar que muitos cardápios vêm na língua inglesa e espanhola. Para comprar as lembrancinhas de praxe não há lugar melhor do que a Rua Florida, importante pólo comercial.

A noite portenha

A noite portenha é muito badalada e, para quem está de passagem, aconselha-se a ficar uma noite no hotel, já que os living room das estadias para turistas são bem frequentados. A cerveja que predomina é a Quilmes, seguida de Stella Artrois e Budweiser. Para os jovens argentinos não pode faltar um bom vinho antes de entrar na balada, que começa mesmo depois das 2h da manhã. Os táxis são extremamente baratos, o que reduz o número de pessoas alcoolizadas ao volante. Sair no meio da madrugada ou caminhar sozinho sem receio faz parte da vida teen argentina.

Rosário

Cidade pequena e com inúmeros pontos turísticos, Rosário oferece lindas paisagens, histórias marcantes e lugares interessantes. Depois de visitar o Monumento Nacional à Bandeira e o El Pasaje Juramento, conjunto escultural composto por obras de Lola Mora, aproveite o fim de tarde em um bar na beira da praia, como por exemplo, o La Florida. Fica a poucos metros do shopping e é tão aconchegante quanto o restante da cidade.

Propício para novas amizades, é lá que os rosarinos se reúnem para programar o que farão a noite. E, como segunda é dia de trabalhar e estudar, nada melhor do que o Costello. Inicialmente visto como não apropriado, o lugar surpreende. A noite começa com um cardápio pré-determinado, onde os pratos variam entre carne, frango, molhos e uma garrafa de vinho, claro. Terminado o jantar, as mesas são retiradas, dando espaço para o público cantar e dançar ao som de uma boa banda.


Em suma, a Argentina é uma ótima opção para integrar sua lista de destinos internacionais. Reúne culturas do mundo todo, em perfeita harmonia com as exuberantes paisagens, dando a qualquer um a possibilidade de viver momentos mágicos, aqui pertinho.

Quem é a colunista: Juliana Abbamonte.

O que faz: Jornalista e Publicitária.

Pecado Gastronômico: Strogonoff da mamãe.

Melhor lugar do mundo: Minha casa.

Fale com ela: juabbamonte @yahoo.com.br  


Atualizado em 26 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo