Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Trilha Praias Desertas

Colunista conta como foi seu primeiro dia em Palmas do Arvoredo, há 50 quilômetros de Florianópolis.

Foto: Márcio Alexandre


Acordamos ao som dos pássaros, com uma veloz lebre do mato correndo próxima à pousada. Um majestoso nascer do Sol refletiu atrás do monte, alcançou o mar, acalentou a areia e envolveu o corpo em uma paz meditativa. Ao abrir os olhos, uma sensação de bem-estar contagiou a todos e coloriu ainda mais o irretocável cenário.

Foi assim que iniciamos a trilha Praias Desertas e subimos ao seu mirante, entre eucaliptos e pinus, que nos proporcionaram uma colossal visão para recortes de uma verdadeira obra-prima da geografia divina, dividindo os municípios de Palmas do Arvoredo e Armação da Piedade. Deslumbramo-nos com as praias Grande, das Bananeiras, do Defunto, das Cordas e Florianópolis ao fundo (Ponta das Canas, Jurerê, Canasvieiras, Praia da Daniela, do Forte, Pontal, Ponte Hercílio Luz...), além da Baía da Gamboa na porção sudoeste.

Continuamos a trilha rodeados por bromélias floridas, entre morros, até descermos até a Praia do Sicial. Antigamente, os pescadores consideravam a praia como "essencial" para a pesca. Mas, como a pronúncia açoriana "come" letras e palavras, acabou ficando "Praia do Sicial".

Magníficas e vibrantes nuances em degradê do azul profundo, royal ao cristalino verde esmeralda, lubrificaram a retina. Entramos na mata e descemos para um mergulho nas límpidas e transparentes águas da Praia dos Ilhéus.

Subimos, novamente com um visual arrebatador, para a Praia do Sipó. O azul do mar com a Ilha do Arvoredo nos encantou. Foi um maravilhoso presente de aniversário...

A próxima parada foi no mirante, com uma visão para a charmosa Ilha do Trinta Reis (pedras ao redor e verde no interior), cujo formato lembra a simbologia sagrada do Ohm, finalizando a trilha na Praia de Palmas.

O dia retornou com o retorno à pousada, quando fomos recepcionados por uma coruja faladeira!

Em breve estarei de volta para contar como foi o segundo dia!

Leias as coluna anteriores de Márcio Alexandre:

? Pico do Cambriela


? Uma caminhada muito especial



Quem é o colunista: costumava me imaginar como a letra de música de uma banda chamada Guided by Voices: "I am a journalist - I write to you to show you: I´am an incurable and nothing else behaves like me..." Porém, com o tempo venho descobrindo que eu, assim como você, todos nós, somos vazios como o espelho e abertos como o espaço. E no intervalo, juntos, criamos o mundo.
O que faz: Jornalista, trabalha com comunicação, marketing, caminha, pedala, mergulha e medita quando pode.
Pecado gastronômico: Sem dúvida, chocolate e tigela de açaí. Chocolate amargo com maior concentração de cacau é saudável e alivia a consciência.
Melhor lugar do mundo: aquele em que reside entre o instante que acabou de terminar e ainda nem começou, mas também aquele que se movimenta, interage, cria e recria, vibra, cintila e pulsa dentro de nós;.
Fale com ele: [email protected]

Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo