Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Turismo de pés no chão

A necessidade da sobrevivência fez com que comunidades achassem no turismo uma maneira de gerar renda e trabalho para os moradores locais.

Foto: Site oficial Rede Tucum

Projeto tem como objetivo fazer o turista interagir no dia-a-dia da comunidade

Como diz aquela música de Jorge Bem Jor, o Brasil é um país abençoado por Deus. Em virtude das belezas naturais que fazem da nossa terra um dos locais mais belos do mundo, o turismo é um setor de grandes potenciais. Nesse sentido, novas modalidades da área surgem como opções para entreter o turista e movimentar recursos. 

Em 2008, através de edital de chamada pública, o Ministério do Turismo lançou o projeto chamado Turismo de Base Comunitária. A iniciativa é resultado de uma realidade diferenciada em diversas cidades, particularmente em localidades do litoral nordestino, na região Sudeste e também na região Sul, especialmente em Santa Catarina. Essa diferença consiste na forma de se realizar o turismo, que foge um pouco da maneira tradicional.
 
"Nós entendemos que a principal característica dessa modalidade de turismo é o protagonismo da população local", afirma Kátia Silva, coordenadora geral de projetos de estruturação do Turismo do Ministério do Turismo. Partindo daí, o papel doorgão é a promoção e o financiamento destas iniciativas, já que a criação do roteiro e demanda dos serviços ficam a cargo dos moradores de cada comunidade.

"Eles fazem o roteiro e vendem os pacotes diretamente para o turista vivenciar experiências diferenciadas, como comer com os pescadores, fazer uma caminhada com os jovens daquela comunidade ou até mesmo um curso de bordado com as mulheres que moram nestes locais", detalha Kátia.

Após o lançamento do edital, em 2008, o número de projetos enviados superou a expectativa até mesmo do próprio Ministério do Turismo. Segundo Kátia Silva, a perspectiva era de receber 100 projetos para o edital, porém o número foi cinco vezes maior, totalizando 513 propostas. Destas, 50 foram eleitas e atualmente são as contempladas nessa fase do projeto. Cada iniciativa recebe de 100 a 150 mil reais durante um período de 18 meses para qualificar os serviços e gerar renda e trabalho para os moradores locais.

Prainha do Canto Verde

A Rede Tucum - Rede Cearense de Turismo Comunitário - é uma das iniciativas financiadas. Ela é composta por doze comunidades e tem na Prainha do Canto Verde, localizada no município de Beberibe, a 120 km de Fortaleza, o pioneirismo do turismo comunitário da região. Além da geração de renda e trabalho para os locais, a iniciativa é uma forma de resistir a forte especulação imobiliária para casas de veraneio e construção de resorts. 

O local oferece uma interação muito grande com a natureza. Dunas, lagoas e os verdes mares do Ceará, onde os turistas podem conhecer de perto a rotina dos pescadores locais passeando pelas tradicionais jangadas. O turismo na Prainha ainda contempla o visitante com hospedagens em aconchegantes pousadas e casas de praias, refeições à base de frutos do mar, artesanato e produtos naturais da região, intercâmbio com a população entre outras experiências riquíssimas.

Foto: Site oficial Rede Tucum

Prainha do Canto Verde alia beleza natural com atividades culturais ao turista

"O grupo local de cada comunidade define quais as prioridades locais do turismo para a região. A partir daí, são escolhidas as pessoas que vão tocar esse trabalho. Estas pessoas são moradores e pescadores que vivem a rotina da comunidade", diz Vanessa Luana Oliveira Lima, assessora comunitária do Instituto Terramar.

Em conjunto com outras atividades comunitárias, como o artesanato e a agricultura de subsistência, o turismo de base comunitária se transforma em um importante instrumento para manter viva a população local. Como dito, o programa do Ministério contempla outras 49 iniciativas, que podem ser conhecidas através deste link: http://www.turismo.gov.br/turismo/programas_acoes/regionalizacao_turismo/estruturacao_turismo_areas_priorizadas.html. Existem comunidades espalhadas por todo o Brasil, desde o nordeste até o Sul.

Divulgação do projeto

Além do financiamento do projeto, o Ministério do Turismo tem realizado ações de promoção e divulgação do trabalho das comunidades. Neste ano, o Turismo de Base Comunitária esteve presente em importantes eventos da área como o Salão do Turismo e a feira de Ecoturismo Adventure Sports Fair.

"O nosso objetivo é realmente divulgar mais o projeto, especialmente em veículos mais específicos que tratam diretamente com o turista", afirma Kátia Silva, do Ministério do Turismo.


Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo