Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Turismo de tecnologia

Campo Verde, no Mato Grosso, chama os visitantes para um novo tipo de turismo, que aproveita a tecnologia das fazendas e parques.

Foto: Ednilson Aguiar/Secom-MT
Parque Industrial da Água Puríssima

Com cerca de 26 mil habitantes, Campo Verde, no Mato Grosso, a 130 km de Cuiabá, se destaca pelo agronegócio. Com 300 mil hectares de área cultivada, produz soja, milho e arroz. É o maior produtor de ovos comerciais do Centro-Oeste e de frangos de corte do Mato Grosso, além de ser o maior produtor de algodão em plumas do Brasil.

Em uma cidade totalmente voltada aos negócios agropecuários, o que ela pode oferecer para o turista? Justamente isso. A prefeitura aproveita a infra-estrutura das fazendas e a curiosidade do visitante em conhecer o processo de produção de alta tecnologia para investir no turismo tecnológico.

Talvez a principal atração dessa modalidade de turismo em Campo Verde seja o Parque Industrial da Água Puríssima, fundado em 2000 a partir da maior fonte de água mineral do mundo, o Aqüífero Guarani. No local, o visitante poderá acompanhar todos os passos do processo de engarrafamento de água mineral. O fluxo é de cerca de 400 turistas por mês.

Ali se aprende principalmente a consciência ecológica, desde a produção dos recipientes até o aproveitamento de embalagens que retornaram. Também são apresentadas as ações de marketing do parque e responsabilidade social. A visita dura em média 3h30. Todas as visitas devem ser agendadas previamente (65-3612-5555).

Turismo rural e ecoturismo

A principal fazenda é a Morro Grande, com uma casa de madeira decorada com artefatos rústicos em seu interior. É lá que vive a família Lorenzetti, anfitriã dos turistas. A fazenda mistura o turismo de aventura e o de contemplação. Além da área para camping, há trilhas, cachoeiras e uma culinária típica do interior. Situada a mais de 900 metros de altitude, há uma parede para rapel de 70 metros e oito mirantes para observação na área.

O Assentamento 14 de Agosto é outra opção de turismo rural, com uma boa infra-estrutura de alimentação e alojamentos. As principais atrações ali são as cavalgadas, o trekking e a radical descida de bóia pelo rio Piraputanga. No Distrito de Coronel Ponce, além dos parques naturais, lagoas e cachoeiras, há a visitação de cavernas histórias. Algumas têm pinturas rupestres que podem ser datadas de 4,5 mil anos.

A caverna Aroe Jari, por exemplo, tem mais de 1,5 mil metros de comprimento, com um a lagoa de água cristalina em seu interior, além de algumas cachoeiras. Outra opções de fazendas interessantes são a Fazenda Ponte Falsa e o Salto das Andorinhas, esta há 50 km do centro de Campo Verde.

Onde ficar*

Hotel Pousada Morada do Sol
Avenida Brasilia, 639 - Bairro Campo Real
Telefone: (66) 3419-2727
Diária para casal: a partir de R$ 80,00 com café da manhã

Hotel São Pedro
Avenida São Paulo Paulo, 108 - Centro
Telefone: (66) 3419-1261
Diária para casal: a partir de R$ 60,00 com café da manhã

*Preços referentes a novembro de 2008 e sujeitos a alterações

Como ir

A partir de Cuiabá, são 117 km pela Rodovia BR-070.

Fotos cedidas pela Sedtur do Mato Grosso

Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo