Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Vila Madalena

Bairro que nasceu de um sítio hoje é reduto de boêmios e intelectuais da capital paulista.

Fotos: Gabriel Oliveira/ Guia da Semana
A agitação dos bares e casas noturnas na Rua Fidalga


Madalena era filha de um imigrante português, dono de alguns sítios próximos ao bairro de Pinheiros. A moça com o nome de santa recebeu uma homenagem do pai. A partir daquele momento, ela tornou-se marca de um bairro que reúne intelectuais, artistas e agitação noturna: a Vila Madalena.

A urbanização chegou a região no início do século 20. Graças a uma estação de bonde, os paulistanos passaram a habitar a área. Nos anos 70, com o fechamento do alojamento da USP, muitos estudantes começaram a alugar as casas, formando repúblicas. A partir de 80 surgiram bares e uma série de negócios para satisfazer às exigências do público jovem, que está por lá até hoje.

Uma curiosidade sobre o bairro é que estudantes que participavam do movimento anarquista batizaram as ruas com nomes poéticos, quebrando a tradição de homenagear autoridades públicas. Então, fica fácil ter cruzamentos como o das ruas Girassol e Purpurina.

Onde passear

A Vila, como os moradores a chamam, possui um grande número de ateliês, centros culturais, escolas de música e teatros, que atraem pessoas de toda São Paulo, principalmente aos fins de semana. A Galeria Ponto Art, por exemplo, expõe cerâmicas, esculturas, quadros, entre outros objetos de decoração. Na mesma linha, o Astrolábio Ateliê reúne trabalhos de diversos artistas.

Se você é daqueles que gostam de culturas diferentes, é no bairro que está a Tchayka. O local é reduto dos costumes russos, promove cursos livres do idioma e é representante da GITIS, Academia Russa de Teatro no Brasil. Outra opção de lazer é o Museu da Pessoa, que guarda diversos depoimentos e os arquivos para a preservação da memória popular.

Onde comer

Opções para se deliciar em qualquer tipo de gastronomia é o que não faltam na Vila Madalena, afinal a região é conhecida exatamente por essa variedade. Para comer comida natural vá ao Banana Verde ou ao Grão de Soja. Se a pedida é comida italiana, o Spadaccino tem o nhoque como grande atrativo. A culinária russa está no Café Pittoresque, a francesa no Allez, Allez!, a mexicana no Viva México, a portuguesa no Ora Pois! e a brasileira no Feijoada da Lana.

A comida exótica do Marrocos também tem sua vez no Agadir e o estilo saudável da gastronomia mediterrânea pode ser apreciado no Epice. Bolos caseiros e tradicionais, como o de nozes, de merengue, de morango com chantilly e coco com doce de ovos, além de banana, laranja, brigadeiro e cenoura com chocolate compõem o cardápio do Doce da Laura. Para os amantes da noite, os bares e casas noturnas do bairro são sempre lotados e estão nas ruas Fidalga, Aspicuelta e Mourato Coelho.

Onde comprar

Anualmente a associação de moradores organiza uma feira para mostrar toda a arte produzida pelos diversos ateliês da região. Geralmente este festival acontece entre agosto e setembro. Além disso, o comércio local se espalha pelas ruas Purpurina, Girassol, Fradique Coutinho, Aspicuelta e Harmonia. Nelas você pode encontrar lojas de moda e acessórios, bancos e diversos serviços.

Confira os serviços que a Vila Madalena possui!

Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo