Guia da Semana
Viagens
Por Redação Guia da Semana

Vila Olímpia

Além de bastante comercial, o bairro possui noite agitada e residências de alto padrão.

Fotos: Gabriel Oliveira/ Guia da Semana
Avenida Faria Lima


Formada por chácaras no inicio do século XX, a Vila Olímpia começou a progredir na década de 30, quando surgiram as primeiras construções de residências, armazéns e galpões. Desde então, os empreendimentos comerciais tomaram conta da região, que passou a ser endereço de grandes empresas multinacionais.

Na época, as ruas da região eram identificadas por números. Em 1937, surgiu a entidade Casa do Ator que, além de abrigar artistas aposentados, deu o nome da primeira rua do bairro. Na década de 90, a prefeitura de São Paulo realizou grandes projetos, como as avenidas Nova Faria Lima e Hélio Pellegrino, o que trouxe mais acesso ao local.

Com o progresso, os imóveis ganharam cada vez mais valorização. Os prédios inteligentes e a fibra ótica atraíram, em 1999, diversas empresas de Internet (A Vila Olímpia ganhou o apelido de Vila do Silício). As indústrias que ficam na parte de baixo do bairro se transformaram em casas noturnas, bares e danceterias. Hoje o bairro é uma mistura de residências, empresas e uma noite para lá de agitada.

Onde passear

Com tanto crescimento, a área verde se perdeu e deu lugar às casas de show, como a Via Funchal, que já recebeu grandes nomes da música mundial e alguns shows da Broadway, como Grease e Smokey Joe´s Café. Para as crianças existe uma oficina cultural que atrai os pequenos a partir dos 4 anos, o Atelier Arte e Expressão.

Para aqueles que gostam de artigos de luxo, a Villa Daslu chegou ao bairro em 2005. Como mais de 15 mil metros quadrados, o espaço abriga as principais marcas mundiais de moda, decoração, além de jóias, restaurantes e bares.

Onde comer

Não é difícil encontrar um bom lugar para saciar o apetite na Vila Olímpia. Todas as culinárias, os diversos tipos de pratos, do requintado ao popular, fazem parte da gastronomia da região. Além disso, o local se transformou em redutos dos boêmios, que frequentam as centenas de casas noturnas e bares existentes ali.

O que não faltam são opções, como a comida argentina do 348 Parilla Porteña, a francesa do Chef di Jour, a árabe do Arábia ou a italiana do In Cità Classico, a japonesa do In Cità Hakka Sushi ou a chinesa do Hi Pin Shan.

Para os apreciadore de carne, no Jardineira Grill o rodízio oferece 17 variedades de carne. Já os amantes da culinária mexicana podem provar os pratos tradicionais do país no Pueblo de México e os que gostam da cozinha contemporânea acham no Bistrô Na Faria Lima ou no Maori pratos com misturas de diversas gastronomias. Para a sobremesa, Celui Ci.

Onde comprar

O comércio da Vila Olímpia está espalhado por algumas vias principais. Quem quer comprar roupas, pode ir nas ruas Ferreira de Sousa, Clodomiro Amazonas e Lopes Amaral. A avenida Brigadeiro Faria Lima e a Rua Ribeirão Claro concentram os serviços, como bancos.

Objetos de decoração podem ser encontrados nas ruas Baluarte e Fiandeiras, além da Avenida Santo Amaro, que tem movimento bastante intenso e um corredor de ônibus com diversas linhas.

Confira os serviços que a Vila Olímpia possui!

Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Conheça a cidade de Leuven, capital da cerveja belga

Viagens

8 passeios imperdíveis em Seattle, nos Estados Unidos

Viagens

10 passeios imperdíveis no bairro de Belém, em Lisboa

Viagens

Conheça a cidade medieval de Füssen, na Alemanha

Viagens

Conheça Panama Beach City, destino com praias paradisíacas e muita natureza na Flórida

Viagens

9 passeios imperdíveis em Alfama, bairro tradicional de Lisboa

Viagens