Guia da Semana

Guia da Semana

E quem foi que disse que São Paulo não tem praias paradisíacas? A Praia do Bonete, em IlhaBela, é um verdadeiro espetáculo. Considerado uma das praias mais bonitas do Brasil, o local apresenta aos aventureiros um verdadeiro paraíso de águas cristalinas com quase nenhum turista.

Trata-se de uma vila de pescadores onde o ambiente rústico domina: poucas são as construções simples que encontramos por lá. Não é à toa que visitar o Bonete é como se desconectar do mundo: pouca energia elétrica, longe de toda tecnologia e barulhos. O único som que se ouve por lá é o da natureza e das ondas do mar.

Se você encontra nessas palavras a verdadeira definição de paraíso, precisa conhecer o quanto antes esse tesouro escondido em Ilha Bela. O Guia da Semana fez um roteiro com tudo o que você precisa saber sobre o destino. Confira:

A HISTÓRIA


Foto: Shutterstock

Os primeiros moradores da região onde está a praia foram os indígenas, que começaram uma certa agricultura no solo ao redor. Com a chegada da colonização, o lugar virou uma espécie de sesmaria [lotes que os rei de Portugal davam aos primeiros colonizadores para o cultivo de terras virgens]. E então, escravos e plantação de cana de açúcar dominaram o local. Mais tarde, com a Lei Áurea e o fim da colonização, o Bonete tornou-se uma vila caiçara, onde a pesca e a vida simples são destaques.

O nome da praia deve-se ao nome da família que era dona das terras, a Família Bonete, e desde então o local permaneceu com essa denominação. Não é de se espantar que o pequeno vilarejo guarda uma forte herança colonial através do catolicismo. Uma das mais tradicionais celebrações religiosas de lá é a Festa de Santa Verônica, em 9 de julho, considerada a padroeira do Bonete.

+ ENCONTRE SUA HOSPEDAGEM EM ILHABELA.

O BONETE


Foto: Shutterstock

Hoje em dia, o Bonete abriga cerca de 250 moradores, que recebem muito bem os turistas que procuram sossego e lugares bonitos. Embora tenha uma infraestrutura reduzida, é possível encontrar opções de campings, pousada e restaurante para atender bem os visitantes. Vale lembrar que o local é um lugar rústico e sem luxos, indicado principalmente para quem quer se desligar do mundo e curtir a natureza.

A praia em si é um verdadeiro paraíso: 600 metros de extensão com areais brancas e sem nenhum vendedor ambulante. Com ondas grandes, os surfistas encontram por lá um prato cheio para aproveitar o dia.

+ ENCONTRE SUA HOSPEDAGEM NO BONETE.

COMO CHEGAR


Foto: Shutterstock

Chegar ao Bonete não é uma das tarefas mais fáceis do mundo e talvez isso explique o porque de tudo ser tão paradisíaco. Partindo da Ponta do Sepituba, são 12 km de caminhada, que podem ser feitos de 3 a 6 horas. A caminhada oferece alguns pontos de parada, como as cachoeiras do Laje e Areado, além de mirantes e pontes sob o rio.

Por ser trajeto frequente dos moradores da praia, é muito comum encontrar pessoas indo e vindo. Vale lembrar que como o caminho passa, na maior parte do tempo, dentro da mata, é necessário levar repelente, água e estar sempre atento(a) ao redor. Fora isso, a experiência tem tudo para ser inesquecível.

+ ENCONTRE SUA HOSPEDAGEM NO BONETE.

Por Redação Guia da Semana

Atualizado em 30 Dez 2018.