Guia da Semana

Conheça o projeto IdentiArte

Ideia propõe tatuagem para pessoas com diabetes

Você sabia que existem mais de 13 milhões de pessoas com diabetes no Brasil e que entre as complicações mais comuns que elas enfrentam estão as crises de hipoglicemia e hiperglicemia, que podem levar à perda de consciênca e até mesmo ao coma?

Por isso, é essencial que todas estejam sempre identificadas, seja com uma pulseira, um colar, uma carteirinha ou qualquer outro acessório que informe sua condição quando ela própria não conseguir. 

Pensando nisso, nasceu o projeto Diabetes IdentiArte: uma campanha para ajudar pessoas com diabetes a ficarem mais seguras por meio de um acessório que nunca será perdido ou esquecido e, acima de tudo, contar as histórias de quem convive com essa doença invisível e silenciosa todos os dias. 

O símbolo da doença, idealizado pela IDF – International Diabetes Federation – é o círculo azul e, por isso, deve estar presente em todas as tatuagens feitas no projeto.

Confira a galeria de fotos de pessoas que já aderiram o desenho na pele. Tem para todos os gostos.

 

  • Projeto IdentiArte
  • Projeto IdentiArte
  • Projeto IdentiArte
  • Projeto IdentiArte
  • Projeto IdentiArte
  • Projeto IdentiArte
  • Projeto IdentiArte
  • Projeto IdentiArte
  • Projeto IdentiArte

Atualizado em 13 Fev 2015.

Por Nathália Tourais
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP