Guia da Semana

15 curiosidades sobre Charles Chaplin

Saiba mais sobre a vida e obra de um dos mais importantes artistas do mundo

Em cartaz no Theatro Net até dia 12 de julho, "Chaplin, O Musical" conta a história de um dos maiores gênios da sétima arte. Sua trajetória foi uma das mais encantadoras e existem muitos fatos, além de sua vida artística, que não são conhecidos. Por isso, o Guia da Semana lista 15 curiosidades que você precisa saber. Confira: 

INFÂNCIA

Charles Spencer Chaplin nasceu em Londres, na Inglaterra, em 1889. Seus pais eram artistas - ambos cantores e atores - e assistir aos ensaios nas coxias fez com que seu gosto pelo mundo artístico desabrochasse. 

Entretanto, seus pais se separaram ainda em sua primeira infância e a separação e a vida miserável que tinham fizeram com que sua mãe passasse por sérios problemas psiquiátricos. A relação com o pai nunca foi boa, e suas melhores lembranças da infância foram ao lado da mãe que, com problemas sérios, foi internada, fazendo com que Chaplin e o irmão mais velho tivessem que viver em um abrigo para crianças órfãs e pobres.

MÍMICA

Ainda criança, Chaplin ficou doente e de cama. Para que ele soubesse de tudo o que acontecia sem precisar se levantar, sua mãe ficava durante horas à janela olhando para a rua e reproduzindo com as mãos, os olhos e a expressão de sua fisionomia tudo o que se passava na rua.

E foi observando-a assim que ele aprendeu não somente a traduzir as emoções com as mãos e o rosto, mas a estudar o homem de uma maneira diferente.

ESTREIA NOS PALCOS

Mesmo debilitada, Hannah (mãe de Chaplin) continuava a se apresentar com seus números musicais e de dança, até que, certo dia, não conseguiu subir ao palco. Nesse momento, Charlie, com apenas 5 anos de idade, cantou e representou de acordo com os ensaios que via da sua mãe.

Sua estréia foi um sucesso e todas as pessoas presentes ficaram encantadas, jogando muitas moedas no palco.

TRABALHOS ANTES DO CINEMA

Antes de dedicar-se ao cinema, trabalhou numa fábrica de vidro, além de ajudante de barbeiro, balconista, jornaleiro e empregado doméstico.

CINEMA


Depois de participar de algumas peças pequenas, Fred Karno convidou Chaplin para participar de sua companhia de teatro, pela qual seu trabalho passou a ser conhecido e admirado. 

Alguns anos depois, Mack Sannet o convidou para estrear no cinema mudo, pela produtora Keystone Film Company, onde nasceu Carlitos, o vagabundo.

DIFICULDADE NO INÍCIO

Chaplin chegava do teatro e não estava acostumado com o cinema. Naquela época também não existia roteiro e script e o diretor gritava o que os atores deveriam fazer no momento em que estavam atuando. 

Nervoso com seu primeiro dia, demorou três horas para ter coragem de entrar em cena e foi um desastre. Paciente, o diretor falou para que ele descansasse e no dia seguinte tentassem de novo e, então, ele conseguiu. 

CARLITOS, O VAGABUNDO


Carlitos, o vagabundo, foi o personagem mais marcante e conhecido de toda sua história. Na pele do pobre andarilho de chapéu de coco e bengala de bambu, Chaplin começou a encantar o mundo e a conquistar espaço no imaginário da população. 

ARTISTA COMPLETO

Profissional dedicado e determinado, trabalhou também nas produtoras Essanay Studios, Mutual Film e First National, onde, além de atuar, produzia e dirigia os próprios filmes. 

Também fundou a United Artists, adquirindo autonomia total na produção de suas obras e se consagrando como o primeiro ator a ter o próprio estúdio de cinema em Hollywood. 

Ao longo dos anos, ficou conhecido por seu extremo perfeccionismo em suas produções cinematográficas, nas quais desempenhou as funções de ator, diretor, produtor, roteirista, montador, compositor, diretor de fotografia e até mesmo regente de orquestra. 

FAMA DE MULHERENGO

Conhecido por ter casos com suas colegas de trabalho, casou-se quatro vezes. Primeiro com a atriz Mildred Harris, depois com Lita Grey, que atuou em “O Garoto”, seguindo com Paulette Goddard, atriz de “Tempos Modernos” e, por fim, seu grande amor Oona O´neill, 36 anos mais nova que ele, atriz de “Luzes da Ribalta” e com quem teve oito filhos.

O GRANDE DITADOR


A idéia de “O Grande Ditador” surgiu quando Alexander Korda reparou a semelhança física entre Chaplin e Hitler. O “Grande Ditador” chegou  a ser utilizado como propaganda anti-nazismo e  proibido nos país controlados pela Alemanha nazista. Foi seu maior sucesso de bilheteria.

AVESSO A ÁLCOOL E DROGAS

Chaplin não bebia nada alcoólico porque associava ao pai alcoólatra, que morreu de cirrose. Experimentou drogas como maconha e cocaína com uma namorada, só que, enjoado, acabou largando tudo, inclusive a namorada.

CONCURSO PARA CHARLES CHAPLIN

Acredite se quiser, mas Charles Chaplin participou de um concurso de imitadores de Charles Chaplin e ficou em terceiro lugar.

PARTICIPAÇÃO EM DESENHO ANIMADO

Fez participações especiais como ele mesmo em alguns desenhos do Mickey, Gato Felix e o Coelho Oswald.

APARIÇÕES E OSCAR

Charles Chaplin foi o primeiro ator a aparecer na capa da revista Time, em 1925, e teve várias indicações ao Oscar, embora não demonstrasse muito apreço pela Academia. Cinco anos antes de sua morte em 1977, ele recebeu um Oscar Honorário por sua notabilidade e pela inegável qualidade de todos os seus filmes. Carlitos morreu, emblematicamente, em um dia 25 de dezembro

NETA EM GAME OF THRONES

A atriz Oona Castilla Chaplin, neta de  Chaplin, interpreta a personagem Talisa Maegyr na série Game of Thrones.

Serviço:

Chaplin, o musical
Onde: Theatro Net
Quando: De 14 de maio a 12 de julho de 2015
Horário: Quinta, 21h; Sexta, 21h; Sábado, 18h e 21h30; Domingo, 18h
Preço:  De R$ 50 a R$ 180

Atualizado em 16 Set 2015.

Por Nathália Tourais
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças