Guia da Semana

15 museus imperdíveis em São Paulo

Conheça os museus mais interessantes para visitar na capital

Que São Paulo é repleta de opções culturais todo mundo sabe. O que nem todos estão a par, inclusive alguns paulistanos, é a grandeza do acervo e a qualidade dos museus da capital, que vão desde arte moderna e contemporânea a objetos curiosos.

Fique por dentro da programação grátis de SP 
Saiba quais museus têm entrada franca em quais dias
+ Confira as exposições imperdíveis que estão rolando em SP 

Apesar da grande quantidade das opções, escolhemos 15 museus imperdíveis em São Paulo para você visitar.

Pinacoteca do Estado de São Paulo

Considerada o museu de arte mais antigo de São Paulo, a Pinacoteca do Estado foi fundada em 1905, com apenas 26 obras. Hoje o acervo conta com cerca de nove mil peças que retratam a produção brasileira do século XIX até a contemporaneidade.

Enquanto o segundo andar abriga o acervo fixo do museu, o espaço do primeiro andar do prédio é reservado para exposições temporárias, que ocorrem periodicamente.

Praça da Luz, 2 - (11) 3335-4990 Leia mais

Museu de Arte Moderna - MAM

Localizado no Parque do Ibirapuera, o MAM possui cerca de cinco mil obras de pintores como Anita Malfatti, Di Cavalcanti e Pablo Picasso. O museu conta com galerias, ateliês, biblioteca, auditório e até uma loja, onde é possível adquirir réplicas das peças do local.

Museu do Futebol

O Estádio do Pacaembu abriga o museu que conta a história do esporte mais amado pelos brasileiros. Quem visita o local pode conferir curiosidades sobre o futebol, narradores e até treinar um chute virtual. É um dos museus mais tecnológicos da cidade, além de muito interativo.

Museu da Língua Portuguesa

Inaugurado em 2006 na Estação da Luz, o museu permite que seus visitantes façam uma viagem pelo mundo das palavras. Entre as atrações, uma linha do tempo onde é possível conhecer a origem da língua, um jogo que estimula a criação de palavras e um mapa onde é possível ver e ouvir depoimentos de moradores de todas as regiões do Brasil.

Catavento Cultural e Educacional

O Catavento foi o espaço cultural mais visitado em 2013 e abriga o acervo do Museu de Tecnologia, com 36 objetos de pequeno e grande porte, como o avião DC-3, utilizado na Segunda Guerra Mundial.
Os 4 mil m² estão divididos em quatro instalações: Universo, Vida, Engenho e Sociedade. Em cada um dos ambientes, o visitante tem a possibilidade de interagir com o tema, seja com jogos eletrônicos, filmes em 3D ou exposições.

Museu de Arte Contemporânea

Projetado por Oscar Niemeyer, o antigo prédio do Detran agora abriga o MAC - Museu de Arte Contemporânea da USP e fica localizado dentro do Parque Ibirapura, um dos maiores da capital paulistana.
Ele abriga diferentes eventos e exposições de São Paulo, sendo um dos principais pólos artísticos da cidade.

MIS - Museu da Imagem e do Som

O famoso MIS tem ganhado grande destaque na crítica e na mídia por suas exposições bem elaboradas. Com a filosofia de registrar e preservar a imagem e o som do passado e do presente para um levantamento de um painel da vida brasileira nos aspectos humanos, sociais e culturais, conta com mais de 200 itens e possui uma programação bem diversificada, agradando a todos os gostos.

Museu de Arte de São Paulo - MASP

O Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand comporta uma coleção considerada a mais importante do Hemisfério Sul. Em seu acervo conta com nomes como Renoir, Rembrant, Botticelli, Velázquez, Ticiano, Degas e Manet em exposições permanentes temáticas extremamente interessantes.
Mas, além das obras, sua arquitetura também é um grande atrativo. Projetado pela italiana Lina Bo Bardi, é símbolo da capital paulista e o vão livre do prédio tem mais de 70m de comprimento – um dos maiores do mundo.

MuBE - Museu Brasileiro da Escultura

Grande parte do museu é aberto, destinado a exposições permanentes de diversas esculturas. No subsolo, são realizadas exposições temporários que não ficam restritas à escultura, abrangendo uma diversidade astística

Instituto Tomie Ohtake

O Instituto Tomie Ohtake, inaugurado em novembro de 2001, conta com oito salas de exposição, quatro ateliês, uma sala de seminários e uma de documentação. Os ambientes são integrados por um grande hall com restaurante, livraria, loja de design e um café. A área de aproximadamente 7.500 m² é destinada à realização de exposições de arquitetura, artes plásticas e design.

Museu Afro Brasil

O Museu Afro Brasil, localizado no Parque do Ibirapuera, é primeiro do gênero no País e cobre um hiato de quase 400 anos de história. O local valoriza, divulga e preserva uma cultura que, desde meados do século 16, é peça-chave na construção da identidade nacional.

A ideia é consagrar o museu como um centro de reflexão e documentação histórica. O espaço tem como proposta ser um centro cultural, abrigando manifestações artísticas nas mais diversas linguagens - cinema, fotografia, música, dança e teatro. O estabelecimento também oferece cursos, palestras e workshops.

Museu de Arte Sacra

Atualmente, as principais atribuições do Museu de Arte Sacra de São Paulo são: recolher, classificar, catalogar e expor convenientemente objetos religiosos cujo valor estético ou histórico recomende a sua preservação; expor permanente, pública e didaticamente seu acervo; promover o treinamento, a capacitação profissional e a especialização técnica e científica de recursos humanos necessários ao desenvolvimento de suas atividades; incentivar e apoiar a realização de estudos e pesquisas sobre arte sacra e história da arte; promover cursos regulares, periódicos ou esporádicos de difusão, extensão e de treinamento sobre temas ligados a seu campo de atuação.

Museu do Ipiranga

O Museu Paulista, mais conhecido como Museu do Ipiranga, representa o marco da Independência e da história do Brasil e de São Paulo. Seu acervo conta com mais de 125 mil itens, além de objetos indígenas, mobiliário, armaria, pinturas, ferramentas e outros instrumentos, muitos de uso pessoal.
Localizado no Parque da Independência, a construção abriga seções que tratam de documentação arquivística e iconográfica e laboratórios de conservação e restauro e, uma biblioteca com mais de 20 mil livros.

Museu da Casa Brasileira

Localizado em plena Avenida Brigadeiro Faria Lima, o Museu da Casa Brasileira possui um lindo jardim com 6.600m², ideal para se sentir mais próximo à natureza em meio a uma das avenidas mais movimentadas de São Paulo.

Museu da Imigração

Reinaugurado em 2014, o Museu da Imigração fica na Mooca e tem um jardim que mais se parece um parque, com 2.900m², que atrai muitos visitantes do bairro. Possui várias espécies de árvores e plantas, entre elas duas figueiras com mais de meio século de existência. Ótimo para piqueniques, encontros, leituras e até prática de yoga, o espaço conta com mobiliários rústicos para os visitantes aproveitarem ainda mais o espaço. Há sempre programação cultural no gramado, com música, dança, cinema e teatro.

Atualizado em 5 Abr 2016.

Por Nathália Tourais
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças