Guia da Semana

8 ditados populares que falamos errado

Aprenda a forma correta de expressões que foram distorcidas com o passar do tempo

Não é preciso ir à Roma para compreender um ditado popular, nem conhecer a casa de Judas ou da mãe Joana. Algumas expressões comuns, repetidas diversas vezes, fixaram-se com o passar do tempo e assim permaneceram em nosso vocabulário. No entanto, justamente pela passagem do tempo, é que muitas delas foram adaptadas ou modificadas.

Há ditados para todos os gostos, culturas e sentidos. Existem os conformistas, como "Deus dá o frio conforme o cobertor"; os supersticiosos: "agosto, mês do desgosto"; alguns otimistas: "se a vida te dá um limão, faça com ele uma limonada" e os nominados: "na casa da mãe Joana", "onde Judas perdeu as botas" e "Maria vai com as outras".

A verdade é que muitas pessoas fazem dos ditados seus companheiros diários, mas poucos são àqueles que conhecem o real significado dessas expressões. Eles são tão comuns e conhecidos que, fazendo sentido ou não, são facilmente compreendidos.

Confira 8 ditados populares que falamos errado:  

ERRADO: "batatinha quando nasce, esparrama pelo chão"
CERTO: "batatinha quando nasce, espalha a rama pelo chão"


ERRADO: 
"Cuspido e escarrado"
CERTO: "Esculpido em Carrara" (Carrara é um tipo de mármore)

Image and video hosting by TinyPic


ERRADO: "Quem não tem cão, caça com gato"
CERTO: "Quem não tem cão, caça como gato" (Ou seja, sozinho)


ERRADO:
"São ossos do ofício" 
CERTO: "São ócios do ofício"


ERRADO: "Quem tem boca vai a Roma"
CERTO: "Quem tem boca vaia Roma" 


ERRADO: "Hoje é domingo, pé de cachimbo"
CERTO: "Hoje é domingo, pede cachimbo"


ERRADO:
 "esse menino não para quieto, parece que tem bicho carpinteiro" 
CERTO: "esse menino não para quieto, parece que tem bicho no corpo inteiro"


ERRADO:
 "cor de burro quando foge"
CERTO: "corro de burro quando foge" (faz mais sentido, não é mesmo?)

 

Atualizado em 6 Nov 2015.

Por Nathália Tourais
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças