Guia da Semana

Aleijadinho - Barroco ou Rococó

Retrato de Aleijadinho, de Euclásio Pena.
Foto: Divulgação

A biografia de Aleijadinho foi feita pelo jurista Rodrigo José Ferreira Bretãs, a partir de registros e depoimentos. Segundo esse documento, Antonio Francisco Lisboa, nasceu em 1730, na cidade de Vila Rica, atual Ouro Preto. Embora alguns historiadores adotarem o ano de seu nascimento como 1736, em sua certidão de nascimento consta 6 anos antes. Filho da escrava Isabel com o arquiteto Manuel Francisco da Costa Lisboa, que o presenteou com a alforria no dia de seu batizado.

Quando jovem, acompanhava seu pai nos canteiros de obras em construção. Estudou com os frades da Ordem dos Esmoleres da Terra Santa. Integrou o grupo de ajudantes de Coelho de Noronha na talha da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Bom Sucesso.

A primeira obra feita pelo artista não tinha nenhuma característica religiosa. Com 23 anos, produziu um busto feminino, a imagem de Afrodite no chafariz do monastério do Hospício da Terra Santa, em Ouro Preto. A obra foi feita em pedra sabão, normalmente utilizada para fabricação de utensílios. Ele foi um dos precursores na utilização desse material para esculturas.

Como arquiteto, projetou a Igreja de São Francisco de Assis e, em 1777 surgem os primeiros sintomas de sua doença que mais tarde iria atrofiar e deformar seu corpo. A partir de suas dificuldades de locomoção, ajudado por escravos a andar, que surgiu o apelido "Aleijadinho".

Em 1796, inicia o trabalho das mais de 60 figuras, em tamanho natural dos Passos da Paixão que levou 3 anos e meio para ser concluída. Alguns especialistas tratam sua doença como mal de Hansen, sífilis e de reumatismo deformante. O artista morreu em 1814, deixando um legado de obras que se destacam no Brasil e no mundo pela expressão e pela perfeição.

A palavra Barroco deriva do vocabulário espanhol, Barrueco, que significa "pérola de formação defeituosa". Essa vertente artística destacou, no Braisl, 100 anos depois que teve início na Europa. Marcado pelo catolicismo conservador dos portugueses, o movimento atinge auge artístico a partir de 1760, principalmente com a variação rococó do barroco mineiro. "Muitos falam que Aleijadinho pertence ao estilo do rococó, que utiliza expressões fortes e uso de cores claras, pois o barroco tem o exagero como característica principal", explica o professor de história da USP, Francisco Cabral Alambert Junior.

Voltar

Atualizado em 10 Abr 2012.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças