Guia da Semana

Boy George é condenado por agredir garoto de programa

Publicação: sexta, 16 de janeiro de 2009.

Um tribunal de Londres condenou o cantor britânico Boy George a 15 meses de prisão por amarrar e agredir com uma corrente um garoto de programa. O juiz David Radford decidiu que o cantor, de 47 anos, cujo nome verdadeiro é George O´Dowd, era culpado do crime de violência gratuita contra o cidadão norueguês Audun Carlsen, a quem reteve e agrediu em seu domicílio do leste de Londres.

O magistrado disse que o cantor, sob o efeito das drogas, "degradou de maneira premeditada" Carlsen, ferindo-o, e, pela agressão, terá que cumprir 15 meses de prisão. Durante o julgamento, Boy George admitiu ter amarrado Carlsen, de 29 anos, e disse que fez isso para recuperar fotos que o garoto de programa tinha roubado, mas negou ter agredido.

O fato ocorreu em abril, quando o cantor, que se tornou famoso nos anos 1980 com o grupo Culture Club e o tema Do you really want to hurt me?, contratou Carlsen, um modelo que oferecia os serviços em um portal de acompanhantes a homens homossexuais e bissexuais.

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Obras do MASP agora podem ser vistas em plataforma on-line gratuita

Museu integra a partir de hoje o acervo do Google Arts & Culture

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA