Guia da Semana

Cher não encantou

O colunista conta como foi o show da cantora e atriz em Las Vegas: ele saiu decepcionado

Foto: AFP


Realmente, Las Vegas é a Disney dos adultos. Foi a terceira vez que fui para lá, e é a terceira vez que saio encantado. Você pode ir trabalhando, viajando com os amigos, com a família, a namorada... Las Vegas tem tudo o tempo todo.

Dessa vez, passei uma semana por lá e fui a três shows que ainda não havia ido e foram muito bem recomendados: Love, KÀ e Cher, que, após milhares de shows, algumas peças na Broadway, programas de televisão, filmes e alguns livros em 2008, fechou um contrato de 200 apresentações no Colosseum, instalado dentro do Caesars Palace, com 4.100 lugares, e que já abrigou shows de outros famosos, como Celine Dion e Elton John.

Estava esperando muito para ver essa apresentação, porque o DVD dela é muito bom, mas acho que criei expectativa demais. Não gostei. Fiquei decepcionado.

Ela não canta duas músicas seguidas em momento algum. Ela canta e, logo depois, passa um filme falando da sua carreira, para, logo em seguida, voltar com ela novamente. Ela conversa muito com o público. No começo, é bacana e engraçado, mas chega uma hora que cansa.

É um show para quem realmente acompanhou Cher durante sua carreira. A plateia era toda mais velha, e você percebe que são fãs. Eles gostaram, pois o show é como se fosse a sua história. Os vídeos mostram a vida dela, com os filmes que ela participou, intercalado com sua apresentação, cantando ao vivo no palco.

O ponto forte, como tudo em Las Vegas, é a produção, com diversas mudanças de cenários. Cada hora ela aparece em um lugar diferente, há telões com vídeos, que mostram seu closet. Como uma das coisas que mais marcaram em sua vida foram suas roupas, o bacana é que, em toda música, ela aparece com uma diferente - aproximadamente uns 20 figurinos no total.

Posso ter visto um dos últimos shows dela, já que o último está previsto para o dia 5 de fevereiro desse ano e, em seguida, começará uma série de concertos de Celine Dion, previsto até 2014. Até lá, não há previsão de novo show da Cher no Colosseum. Se você conseguir ir, não crie tanta expectativa: acho que pode ser melhor assim.

Leia as colunas anteriores de Bruno Dias:

Trancoso e seu réveillon

O fenômeno Paul McCartney

Quem é o colunista: Empreendedor, sempre buscando novas ideias, novos projetos.

O que faz: Relacionar pessoas através do entretenimento.

Pecado gastronômico: Strogonoff de camarão.

Melhor lugar do Brasil: Trancoso.

O que está ouvindo no carro, iPod, mp3: Jota Quest.

Fale com ele: bruno@brunodias.net ou www.twitter.com/_bruninhodias


 

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Obras do MASP agora podem ser vistas em plataforma on-line gratuita

Museu integra a partir de hoje o acervo do Google Arts & Culture

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA