Guia da Semana

Comportamento desmedido

As Três Velhas conta com Maria Alice Vergueiro, Luciano Chirolli e Pascoal da Conceição no elenco

Foto: Divulgação

As três velhas são duas aristocratas decadentes, Melissa e Graça, e uma criada centenária, Garga. Suas atitudes afetadas dão pistas para o entendimento do enigma proposto pela expressão artística, que provoca  sensações inexplicáveis.

O comportamento desmedido das personagens, contado pela esperança de fertilizar na velhice e conceber uma vida para manter os interesses de uma classe extinta, é um dito espirituoso, ao deparar com a condição física e material precária das personagens. A peça dá relevância à aparência. É cômico quando Graça escamoteia suas vestes maltrapilhas, adornos deteriorados e anseia galantear ao lançar sorrisos da dentadura no baile.  

A grande energia sexual das personagens é a força criativa que gera o estranhamento, o desconforto e até o prazer do riso ao apresentar a valorização, mesmo que negativa, do corpo, da comida, da sexualidade e como coisa última o ritual antropofágico.

A história familiar das personagens é baseada numa estrutura deturpada e o verdadeiro sentido apreendido no comportamento das marquesas tem ligação com o inconsciente, revelada na forma mais profunda da memória: o esquecimento das situações, de abusos sexuais cometidos pelo pai e também pelos abortos.

A vitalidade das personagens atina "águas profundas e profanas" na formação das fantasias e das ilusões promovidas pela mãe que tem o falo. Isso faz referência explícita à metáfora paterna, como substituição do falecido conde visando satisfazer o caráter psicótico de Melissa pela falta do objeto.

Oposto ao sublime, o gênero da peça é o grotesco. A única proximidade com o encantador é o suspiro: respiração causada por dor ou paixão que move o ânimo, doce e melancólico. O envelhecimento nada atenua. Sua crueza é exposta com escárnio e a linguagem da peça é escatológica e visceral.

A peça é do chileno Alejandro Jodorowsky, que tem uma estética própria e fundou o Movimento Pânico, "que se trata sempre de uma tomada de inconsciência que se dá pelo humor, pelo chiste, pela pândega". A direção é de Maria Alice Vergueiro, que atua no espetáculo em companhia do notável Luciano Chirolli e de Pascoal da Conceição.

Resgatada como atriz pela grande audiência do vídeo Tapa na Pantera, visto por milhares de pessoas no youtube, a peça também faz alusão à publicidade, de forma irônica, mas reconhece a troca de interesses econômicos. Traduzindo o fluxo capitalista, a mídia põe em evidência pessoas talentosas que outrora caíram no esquecimento e atualmente exploram estéticas. 

Veja a resenha do espetáculo As Três Velhas

Leia as colunas anteriores de Renata Bar:

Realismo Mágico

Qual a verdade?

Encontro com si mesmo


Quem é a colunista: Renata Bar Kusano.

O que faz: Publicidade e Propaganda (FAAP), uma aprendizagem em edição em vídeo e suas correlações.

Pecado Gastronômico: carré de vitela ao molho de hortelã e camarão à provençal! 

O melhor lugar do mundo: debaixo d´água.

Fale com ela: rebarkusano@gmail.com ou acesse seu blog

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças