Guia da Semana

Conheça Gurulino, personagem do grafiteiro Pedro Sangeon

O guru nasceu para transmitir boas vibrações e já conquistou milhares de transeuntes

Você conhece o Gurulino? Se não conhece por nome, com certeza conhece ao olhar alguma parede ou foto com sua imagem. Ele é o personagem criado pelo grafiteiro Pedro Sangeon, que o fez para sintetizar pensamentos simples e, ao mesmo tempo otimistas, confrontando-os com o cotidiano urbano e servindo de refresco e inspiração para quem anda pelas ruas das grandes cidades. 

Gurulino

Pedro mora em Brasília e cria através de suas dores e amores, pensando no mundo e nas condições do ser humano, que se desvenda conforme vive. A vontade de desenhar nasceu junto a ele, porém, o interesse pela arte foi também influência da mãe, que vivia rabiscando dentro de casa. 

gurulino

Segundo o grafiteiro, o personagem nasceu depois de uma viagem a Barcelona, onde conheceu a yoga e, mais tarde, tornou-se professor. A prática mudou sua vida e, junto a isso, veio a vontade de criar algo que transmitisse paz. 

Assim, fomos presenteados com ele: Gurulino, um mensageiro que nos traz reflexão, amor e calmaria no meio da cidade agitada, barulhenta e caótica. 

gurulino

Atualizado em 22 Dez 2014.

Por Nathália Tourais
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP