Guia da Semana

CPM 22

Saiba mais sobre o quarteto que popularizou a cena hardcore brasileira



Em 1995, cinco adolescentes influenciados pelo punk rock e hardcore decidiram criar uma banda, adotando um estilo hardcore romântico e melódico. O grupo não tinha um nome e então resolveram batizá-la com o único endereço em comum: Caixa Postal 1022. Logo depois, o quinteto formado por Badauí (vocais), Portoga (baixo), Wally (guitarra), Luciano (guitarra) e Japinha (bateria) definiu o nome como CPM 22.

 

Após tocarem em diversas casas de shows do circuito underground paulistano, o reconhecimento chegou para os rapazes. Em 2000, eles foram indicados ao prêmio de melhor Democlipe no Vídeo Music Brasil (MTV), com Anteontem. No mesmo ano, gravaram o disco independente A Alguns Quilômetros de Lugar Nenhum, que vendeu quatro mil cópias no mês de lançamento.

 

No ano seguinte a banda conseguiu assinar um contrato com uma gravadora e lançaram o disco CPM 22. A canção Regina Let´s Go foi sucesso instantâneo. Mas, foi a segunda música de trabalho, Tarde de Outubro, que fez a banda explodir e se tornar uma das preferidas do público jovem. O conjunto seguiu fazendo sucesso em todo o Brasil, gravando mais dois álbuns: Chegou a Hora de Recomeçar, em 2002, e Felicidade Instantânea, em 2005 (que trouxe o hit Um Minuto Para o Fim do Mundo - vencedor do prêmio Escolha da Audiência, no VMB-MTV). No mesmo ano, o baixista Portoga decide deixar os parceiros por divergências musicais. Fernandinho, que tocava na banda Hateen, junto com o Japinha, foi escalado para a vaga.

 

Com o MTV Ao Vivo, lançado em 2006, o CPM 22 alcançou uma legião maior de fãs. Com canções já consagradas, fora as inéditas Além de Nós e Inevitável - o CD/DVD foi mais um sucesso na carreira do grupo. Prova disso foi o prêmio que conquistaram no VMB, na categoria melhor performance ao vivo e, em 2007, melhor DVD de Rock, no Prêmio Multishow de Música Brasileira. Ainda em 2007, eles vieram com o disco Cidade Cinza, mais rock and roll que os trabalhos anteriores, deixando de lado o rótulo de emocore. A canção carro-chefe desse CD foi Nossa Música. No ano seguinte, colheram os frutos dessa mudança ao vencerem o Grammy Latino de melhor disco de rock brasileiro. Em 2009, eles saíram em uma turnê internacional, que passou por Portugal, Inglaterra e Estados Unidos (onde tocaram na filial da Flórida do Hard Rock Café de Hollywood).

 

Após alguns anos como contratados da gravadora Arsenal Music, em 2010, o CPM 22 deixou o selo por falta de liberdade profissional e apostou na carreira independente. No mesmo ano, gravou o disco Depois de um Longo Inverno. Em meados de 2011, o single Vida ou Morte virou videoclipe, bastante executado pela MTV, com um estilo que lembra mais o ska - a gravação do hit contou com a colaboração de velhos amigos da banda, como o pessoal do grupo de metal Chorume. No site do CPM foram disponibilizadas três músicas para download: Quem sou eu?! , Filme que eu nunca vi e Cavaleiro Metal. Atualmente, o grupo é um quarteto, formado por Badauí (Fernando Estéfano Badauí, vocais), Japinha (Ricardo di Roberto, bateria), Luciano Garcia (guitarra) e Fernando (Fernando Sanchez Takara, baixo).

 

Foto: Divulgação / My Space Oficial

Site oficial: http://cpm22.uol.com.br/

 

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças