Guia da Semana

Dica de leitura: A Fantástica Literatura Queer

Lançamento de livro mostra seres mitológicos, ficção científica, suspense e terror são cenários para histórias do universo gay

Quem disse que ficção científica, mitologia, suspense e fantasia não poderiam fazer parte do mundo LGBT? Pois é o que a escritora Cristina Lasaitis e o publicitário Rober Pinheiro fizeram: organizaram dois livros com 15 contos usando esses assuntos off-mundo gay como pano de fundo para as histórias. Lésbicas, gays e transexuais são os heróis que convivem com anjos, demônios, vampiros, fantasmas e outras criaturas - eles podem ou não dificultar a vida dos protagonistas em enredos que criticam, em metáforas, o preconceito.


A Fantástica Literatura Queer
De: Cristina Lasaitis e Rober Pinheiro (organizadores)
Editora: Tarja Editorial
Páginas: 178 (cada livro)


Lançamento: 24 de junho
Bardo Batata
Rua Bela Cintra, 1333, Jardins
(11) 3068-9852
Horário: 18h

Foto: Divulgação

Atualizado em 10 Abr 2012.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP