Guia da Semana

Espetáculo "Vermelho" tem sessões especiais para deficientes auditivos e visuais

Antônio e Bruno Fagundes se apresentam com intérprete de Libras, audiodescrição e legendas

Em cartaz no Teatro Tuca, em São Paulo, o espetáculo Vermelho, com Antônio e Bruno Fagundes, confirma as sessões especiais para deficientes auditivos e visuais, marcadas para os dias 24 de setembro, 29 de outubro e 26 de novembro, sempre no último sábado de cada mês.

Continuando o projeto de inclusão social que se iniciou com "Tribos", em 2013 – inédito até então no Brasil – a dupla de atores conta com a intérprete de Libras (Língua Brasileira de Sinais) Mirian Caxilé e com a Steno do Brasil, empresa parceira responsável pelos tablets e fones de audiodescrição – limitados e entregues conforme a ordem de chegada.

Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do Tuca ou no site Ingresso Rápido 

A peça

Em seu ateliê em Nova Iorque, o consagrado artista Mark Rothko recebe, pela primeira vez, seu novo assistente, Ken, e a partir da pergunta “O que você vê?“ (apontando para uma das pinturas em que trabalhava) inicia-se um eletrizante embate entre os dois. Conceitos artísticos entre as gerações, diferentes bagagens culturais e o mesmo amor pela arte são alguns dos objetos em cena. “Rothko tem uma história fascinante e um entendimento único de arte. Queremos mostrar, de forma leve e bem-humorada, essa grande história”, afirma Bruno Fagundes.

Vermelho se passa no final dos anos 50, quando o icônico pintor (líder do Expressionismo Abstrato) recebeu um convite para pintar grandes painéis de um luxuoso restaurante em Nova York e recebeu uma quantia quase inestimável para a época (o equivalente hoje a 10 milhões de dólares). Um encontro cheio de nuances entre mestre e aprendiz, com arte, reflexão e questionamento, é o plano de fundo em meio ao cenário repleto de detalhes, com preparo de tintas e quadros pintados durante a sessão.

Após 80 minutos de espetáculo, Antonio e Bruno Fagundes promovem ainda, ao final de cada apresentação, um delicioso e informal bate-papo com a plateia, contando curiosidades da montagem e da própria vida do pintor Mark Rothko. Para aqueles interessados em se informar antes do espetáculo uma pequena exposição no saguão do teatro mostra ao público todos os temas que serão discutidos ao longo da peça.

Serviço

Temporada: De 12 de agosto a 04 de dezembro de 2016
Local:
 Teatro Tuca – Teatro da PUC
Endereço: Rua Monte Alegre, nº 1.024, Perdizes, São Paulo, SP
Telefone: (11) 3670-8455
Duração: 80 minutos
Classificação etária: 12 anos
Preços: sextas-feiras - R$ 60; sábados - R$ 80 e domingos - R$ 70
Horários: sextas-feiras e sábados, às 21h30 e domingos, às 18h

Atualizado em 6 Set 2016.

Por Nathália Tourais
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças