Guia da Semana

Festa Literária Internacional

Evento presta homenagem a Manuel Bandeira e reúne 35 autores na pequena cidade do Rio de Janeiro

O cenário é o mar azul turquesa da baía da Ilha Grande. O assunto: poesia, ciência, jornalismo literário, crítica musical, literatura portuguesa, história, conto, quadrinhos e arte contemporânea. Em clima de descontração e proximidade com o público, 35 autores, brasileiros e de outras nove nacionalidades reúnem-se para a Flip - Festa Literária Internacional de Paraty, que ocorre entre 1º e 5 de julho e movimenta a pequena e charmosa cidade no Rio de Janeiro.

Em sua sétima edição, a festa que se consolidou e se tornou a caçula de importantes festivais literários, como Hay-on-Wye, Adelaide, Harbourfront de Toronto, Festival de Berlim, Edimburgo e Mântua, pretende receber 25 mil pessoas.

Mesmo com diversos autores internacionais, uma das principais motivações da Flip é a valorização da literatura brasileira. Este ano, o homenageado é o poeta Manuel Bandeira, escolhido por ter produzido obras variadas, que aliam tradição e modernismo na prosa, nas crônicas e na poesia.

Destaques

Em meio à programação de 18 mesas de debates, realizadas na Tenda dos Autores e será transmitida ao vivo na Tenda do Telão, estão nomes importantes da literatura internacional, como o escritor português António Lobo Antunes. Vencedor do Prêmio Camões em 2007, o autor é considerado um dos maiores prosadores lusitanos depois de Eça de Queirós. Pela primeira vez no Brasil, o jornalista americano Gay Talese conversa com Mario Sergio Conti, um dos criadores do chamado jornalismo literário.

No ano em que se comemora o segundo centenário de Darwin, dentre as grandes expectativas desta edição está a presença do biólogo inglês Richard Dawkins, autor de Deus, um delírio. Uma das novidades da Flip 2009 é a presença de autores chineses. Ma Jian e a jornalista Xinran, ambos radicados na Inglaterra, fazem retratos críticos de uma China pouco condizente com a imagem de liderança global a que o país aspira.

Entre os brasileiros, Chico Buarque, que volta à Feira Literária Internacional para falar de Leite Derramado, participa de mesa com o romancista Milton Hatoum, autor dos premiados Dois Irmãos e Cinzas do Norte. Ainda fazem parte dos debates autores como Cristovão Tezza, Mario Bellatin, Rodrigo Lacerda, o dramaturgo e cineasta Domingos de Oliveira, Tatiana Salem Levy, Arnaldo Bloch e Sérgio Rodrigues.

Além de debates

Outros eventos ocorrem simultaneamente à festa. É o caso da Flipinha, uma programação exclusiva para crianças e jovens leitores. Ponto de encontro do programa educativo desenvolvido ao longo do ano junto às escolas públicas e privadas de Paraty, esta é a primeira vez que será realizada a Oficina de Declamação de Poesia. Participam das 13 mesas temáticas, com mais de 4 mil crianças das redes pública e privada da cidade, autores como Ruth Rocha, Bia Hetzel, Anna Claudia Ramos e Carlos Heitor Cony.

A programação da flipinha ainda inclui os pés-de-livros, árvores da Praça da Matriz com livros pendurados; Ciranda dos Bonecos, oficinas com crianças e jovens para a produção de bonecos de papel machê e Arte na Praça, com mais de 30 oficinas simultâneas dos saberes e fazeres de Paraty.

Outras atrações estarão na Flip Casa da Cultura, como exposições, shows, peças de teatro e eventos em torno do homenageado da festa e do Ano da França no Brasil.

<
 

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças