Guia da Semana

Grandes Estreias - 23 a 29 de setembro

Confira três montagens que chegam ao Rio para curta temporada na cidade

Três montagens que abordam temas densos tomam os palcos de teatros do Rio de Janeiro e cumprem uma temporada de poucas apresentações.

O Espaço SESC recebe a peça Um Número, que traz o ator Pedro Paulo Rangel em cena com direção de Pedro Neschling. Na trama, um homem descobre vários clones seu e, na verdade, é um deles. Tudo para discutir quem somos nós.

Com grandes reviravoltas, um simples homem descobre que a simplicidade não reina no mundo e que nem tudo pode ser controlado, como ele nutria em seus desejos.

Já, no Teatro Gláucio Gill, ocorre a reestreia de Trabalhos de Amores Quase Perdidos. A montagem aborda a crise dos 30 anos, por meio de relatos da história de um trio de amigos, um casal e um amigo em comum.

Esse amigo narra a dura separação do casal, que apesar de toda afinidade sentimental do mundo, não consegue sustentar o relacionamento e passam pelo amadurecimento através de uma imensa dor.

Para terminar, a companhia Pangéia encena a parte final de sua Trilogia do Espaço no Teatro Glauce Rocha. Em A Casa, quatro atores interpretam cenas baseadas em depoimentos sobre tema família

Atualizado em 26 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Obras do MASP agora podem ser vistas em plataforma on-line gratuita

Museu integra a partir de hoje o acervo do Google Arts & Culture

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA