Guia da Semana

Guerra do Contestado inspira concurso de poesias

Inscrições para competição se encerram no domingo, 5 de maio

Estão abertas as inscrições para o Concurso de Poesias do Centenário do Contestado. A atividade é uma forma de valorizar, difundir e refletir sobre a Guerra do Contestado, que completou 100 anos de história em 2012.

Veja outros passeios e programas em Chapecó

O concurso integra o projeto “Contestado: desvendando os cem anos da guerra”, executado pela Fundação Memória Viva do Contestado da Região do Irani e pela Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS).

Estudantes, professores, poetas e escritores podem participar gratuitamente do projeto. Para se increver é só acessar o site contestadodesvendandopoesias.wordpress.com. As inscrições são divididas em duas modalidades: a primeira abrange alunos do Ensino Fundamental e Média, a outra categoria, compreende graduandos, docentes e artistas.

Temas

Crédito: Acervo Claro Gustavo Janssom 

Para elaborar as poesias, os participantes devem se basear em temáticas já definidas, que contemplam diversos aspectos do conflito histórico. Para os integrantes da primeira modalidade estão definidos os temas “Paisagem”, “Águas”, “Ocupação Humana”, “Ferrovias” e “Cidades”.  Os inscritos na segunda modalidade têm como base as temáticas “Fauna”, “Trilhas e Veredas”, “Religiosidade”, “Extração da madeira” e “Guerra do Contestado”.

Reconhecimento

As poesias que mais se destacarem farão parte de um livro, com previsão de lançamento para o final de 2013. Um grupo de professores envolvidos no projeto fará a seleção dos melhores materiais. Haverá também recitais com as obras escolhidas em 10 municípios catarinenses: Irani, Chapecó, Porto União, Joaçaba e Mafra. Completam a lista Canoinhas, Curitibanos, Caçador, Lebon Régis e Timbó Grande.

História

Crédito: Reprodução/ estudopratico.com.br

A Guerra do Contestado teve início em 1912 e terminou em 1916. Nos cinco anos de disputa, a população cabocla lutou contra o poder estadual e federal. No conflito, Paraná e Santa Catarina disputaram uma região rica em erva-mate e madeira. Os reflexos da disputas podem ser constatados até hoje.

Conforme a historiadora Mirian Carbonera, a guerra trouxe consequências para a história de todo o estado de Santa Catarina, especialmente para a região Oeste. "Um exemplo que pode ser citado é o território do estado, que recebeu essa delimitação após a batalha", pondera.Mirian é coordenadora do Centro de Memória do Oeste de Santa Catarina (Ceom/Unochapecó), parceiro na realização do concurso.

“A Guerra do Contestado foi o maior conflito social brasileiro que banhou de sangue o chão da região contestada e deixou um saldo de, aproximadamente, oito mil brasileiros mortos”, informa Mirian.

Atualizado em 3 Mai 2013.

Por Alisson Moro
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças