Guia da Semana

Imperdível da Semana - E o Vento Não Levou

Peça explora os momentos de tensão vividos pela equipe de clássico de Hollywood antes de sua filmagem

Por Guilherme Udo

Isser Korik comemora 26 anos de carreira com a montagem de E o Vento Não Levou, em cartaz no Espaço Parlapatões. O ator dá vida ao produtor do filme E O Vento Levou, David O. Selznick, em momentos de tensão. Na trama, baseada em fatos reais, ele resolve mudar o roteiro do longa já com a filmagem em andamento e, para isso, convoca o roteirista Ben Hecht e o diretor Victor Fleming.

A comédia explora o pouco tempo que o trio tem para escrever a história baseada no livro de Margaret Mitchell. Para dificultar, Hecht não havia lido o texto original e precisa que os amigos encenem o livro enquanto cria a versão cinematográfica.

Em uma corrida contra o relógio, eles ficam trancados no escritório de Selznick sob os cuidados de uma divertida secretária interpretada por Luzia Meneghini e que rende momentos de muita risada para a plateia. Isser apresenta um produtor que luta por seus ideais, mas é totalmente inseguro, apesar de saber convencer os outros de duas vontades sem grandes problemas.

Ao lado dele, Fábio Cadôr dá vida à Fleming. O ator é um dos jovens artistas que mais tem atuado na cena teatral paulistana e desenvolve seu trabalho com perfeição, criando um diretor sisudo, mas que diverte o público ao misturar a pose de durão com as enrascadas que os outros personagens criam, como nas cenas em que ele vive as personagens femininas de E o Vento Levou.

Para finalizar o elenco, Henrique Stroeter é Hecht. Acostumado com comédias, ele faz lembrar o Pateta dos filmes da Disney em seu gestual. Sua postura em cena entrega seu personagem de uma forma brilhante e representa bem a submissão do personagem que tenta se colocar como forte.

E O Vento Não Levou permanece em cartaz até 14 de dezembro na Praça Roosevelt e é uma daquelas peças que você não pode perder! 

Atualizado em 1 Dez 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças