Guia da Semana

Levando alegria

O trio elétrico, Invenção de Dodô e Osmar, completa 60 anos e é motivo de homenagens no tradicional carnaval de Salvador

Foto: Divulgação

A banda Asa de Águia em cima de um trio, no carnaval de Salvador

Carnaval chegando e muitas cidades aderiram ao conhecido Trio Elétrico para a programação da festa mais badalada do ano. O que muitos não sabem é que, em 2010, a invenção dos músicos soteropolitanos Dodô e Osmar completa 60 anos e fez com que esse fosse o tema oficial do carnaval de Salvador.

Mas como surgiu e por que esse veículo é chamado Trio Elétrico? Conheça um pouco da história dessa máquina de fazer barulho.

Tudo começou quando...

Os estudantes de música Dodô (1920-1978) e Osmar (1923-1997), que nasceram em Salvador, se conheceram em um programa de rádio da capital baiana, no fim da década de 30. Na procura de melhorar o som dos instrumentos de corda que tocavam, Dodô, que tocava cavaquinho, e Osmar, que trabalhava construindo instrumentos e tocava violão, criaram, em 1942, a chamada guitarra baiana, totalmente elétrica (também chamada de guitarra elétrica, um instrumento que tem o tamanho de um cavaquinho, mas emite um som de uma guitarra comum) com quatro ou cinco cordas.

Mas foi no início da década de 50, que a então chamada "Dupla Elétrica" subiu em um Ford 1929 e desfilaram até a Praça Castro Alves, em Salvador, tocando diversas canções influenciadas pelo frevo pernambucano, reunindo milhares de foliões que se divertiam ao som de suas guitarras.

Foto: Evaldo Gomes

Armandinho Macedo e a guitarra baiana

No ano seguinte, juntou-se a eles o instrumentista Temístocles Aragão (tocando o chamado triolim, versão eletrificada do violão tenor). Em uma caminhonete, o agora Trio Dodô e Osmar, foram instalados amplificadores, além de receber enfeites com lâmpadas fluorescentes. A partir disso, diversos blocos tradicionais de Salvador começaram a montar seus próprios trios e, além dos shows durante o carnaval, também o levaram para festas fora de época no interior do estado.

Com essa invenção transformaram o trio elétrico em algo tradicional do carnaval de Salvador, além de ter mostrado que a arte passa de pai para filho: Armandinho Macedo, filho de Osmar, aprendeu com o pai a tocar a guitarra baiana "Subi em um trio elétrico quando tinha apenas 7 anos. Como filho de um dos inventores, nasci no meio dessa história. Meu pai tinha uma metalúrgica e o Trio saía de lá. Praticamente, desde que me entendo por gente, o Trio Elétrico existe", conta Armandinho, que começou a tocar profissionalmente com 10 anos no "Trio Mirim", criado por seu pai.

O legado de Dodô e Osmar faz parte do tradicional carnaval de Salvador, além de diversas micaretas por todo o país, nos mais variados tamanhos e estilos. "O trio elétrico foi uma inovação exclusiva, pelos músicos tocarem num palco móvel, algo que só existe no Brasil. Além disso, a invenção de Dodô e Osmar projetou muitos artistas da Bahia", comenta o vocalista da Banda Asa de Águia, Durval Lelys.

Foto: Divulgação

Hoje, os trios são padronizados, de acordo com a escolha da banda. Esse do grupo Chiclete com Banana possui um pequeno palco que abaixa e fica mais próximo do público


Homenagem justa

Completando 60 anos de existência em 2010, não havia outro tema para o carnaval de Salvador. Por decisão unânime do Conselho Municipal do Carnaval, a invenção de Dodô e Osmar será homenageada por todos os artistas que participam da tradicional festa na capital baiana. "Nós vamos fazer uma réplica do primeiro trio elétrico (Ford 1929) que saiu no carnaval de Salvador em 1950 e ele ficará na frente do meu trio", conta Armandinho sobre a homenagem que fará à invenção de Dodô e Osmar.

Para mostrar a importância e o significado do trio elétrico para o carnaval de Salvador, o Conselho municipal também promoverá palestras, exposições, debates e lançamentos de livros. Tudo a respeito da história do carnaval de Salvador e sobre os trabalhos de Dodô e Osmar. "A principal homenagem que farei para esse marco é tocar a guitarra baiana. Venho me dedicando há seis meses a tocar esse instrumento maravilhoso e único", disse Durval. A banda Asa de Águia comanda os blocos Cocobambu e Me abraça durante quatro dias do carnaval.

Invenção para sempre

Hoje o trio elétrico é peça-chave do carnaval de Salvador, além das mais variadas festas e micaretas espalhadas por todo o Brasil. Todas as bandas baianas, desde Asa de Águia até Timbalada utilizam a invenção de Dodô e Osmar em suas apresentações. "Como já disse Caetano Veloso, 'atrás do trio só não vai quem já morreu'", finaliza Armandinho.

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças