Guia da Semana

Migração interna

Baseado em pesquisas, utilizando cartas, notícias, trechos de filmes relacionados à imigração, Strangenos estreou no Espaço dos Satyros e fica em cartaz até maio

Foto: Juliana Dias


Quando um artista pensa em produzir um monólogo, a primeira coisa em que ele precisa pensar é em como prender o público, pois é uma pessoa em cima de um palco, com ou sem cenário, rodeada de telespectadores ansiosos para assistir a um espetáculo.

Assim é em Strangenos, espetáculo do Teatro Labirinto que estreou essa semana no Espaço Satyros I, na Praça Roosevelt. Dirigido pela costarriquenha Gina Monge, nele, o ator Daniel Alberti interpreta diversos personagens que estão em busca de um sonho que vai desde o trabalho até a vontade de uma mãe em receber a visita de um filho. Tudo começa no escuro com muito jogo de luzes e somente um homem e um banco no centro do palco.

A expressão corporal é o destaque, pois Albert passa de um personagem ao outro por meio de movimentos com o corpo em que quando se comprime se transforma em uma velhinha italiana ou quando está com a postura mais reta, em um interiorano que se aventurou na cidade grande, mas sente saudades de casa. A loucura, espera, solidão também são representadas por alguns dos muitos personagens que aparecem durante os 60 minutos de apresentação.

Outro destaque também é a integração com o público. O espaço é pequeno, cabem apenas 70 pessoas, e o ator conversa, brinca com os espectadores, tendo até alguns imprevistos e mostrando que a improvisação também faz parte do espetáculo. Além disso, Daniel Alberti e Gina Monge conversaram com os espectadores após a apresentação para escutar dúvidas e ouvir sugestões de todos sobre o trabalho. Strangenos fica em cartaz até 27 de maio.

Leia a coluna anterior de Maraísa Bueno:


A moda pega

 Quem é a colunista: Maraísa Bueno.

O que faz: jornalista e repórter da equipe do Guia da Semana.

Pecado Gastronômico: uma boa massa e, é claro, chocolate!

Melhor Lugar do Brasil: minha casa, na pequena cidade de Serrania, sul de Minas Gerais (também não dispenso uma boa praia!).

Para Falar com ela: maraisabf@gmail.comno twitter (@maraisabf) ou acesse seu blog

Atualizado em 10 Abr 2012.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças