Guia da Semana

"Novas" bandas

Muitas bandas dão um tempo na carreira, mas não deixam de seguir com seus projetos paralelos

Foto: Site Oficial

Fiquei sabendo nesses dias que a banda Nove Mil Anjos se desfez. Se é verdade ou mentira eu não sei. Mas isso me fez pensar uma coisa: até que ponto vale a pena apostar em um projeto paralelo? No caso do Nove Mil Anjos, valia só pela qualidade dos músicos. Enfim, tinha tudo para dar certo.

Há alguns meses, um amigo me apresentou The Chicken Foot, formada por Chad Smith, batera do Red Hot, Sammy Hagar e Michael Anthony, vocal e baixista do Van Halen, e ninguém menos que Joe Satriani na guitarra. Ah, o bom e velho rock dos anos setenta estava de volta. Riffs poderosos, melodias marcantes. Confesso que fiquei surpreendido com o resultado, pois os quatro estilos em questão são completamente diferentes.

Outro mestre em criar projetos paralelos é o bom e nada velho Dave Grohl, eterno baterista do Nirvana. Depois de Queens of Stone Age, ele aparece agora com Them Crooked Vultures, unindo a juventude e o grunge dos anos 90 com o rock clássico dos 70. Sim, John Paul Jones está de volta, na versão 2.0 junto com Josh Homme. Enfim, parece que os projetos paralelos vão bem, unindo músicos carimbados e criando músicas boas. Será?

Não é o caso de Tinted Windows, formada por músicos bons, como o guitarrista do Smashing Pumpkins James Iha e Bun Carlos, baterista do Cheap Trick. A banda recebeu diversas críticas da imprensa e até onde li estava com uma lista de shows deprimente. Confesso que não tenho a menor ideia se ela ainda continua de pé.

Apostar em um projeto paralelo é sim um bom negócio, desde que a ideia e o conceito deste projeto fuja um pouco do dia a dia dos músicos envolvidos. E isso independe da qualidade dos músicos envolvidos. Não adianta nada juntar meia dúzia de nomes excepcionais em seus instrumentos musicais e na hora de criar um single não sai nada de novo. Juntar por juntar não faz a menor diferença.

Foto capa: Site Oficial: The Chicken Foot

Quem é o colunista: Fernando Segredo.

O que faz: Redator Publicitário.

Pecado gastronômico: Comida italiana ou japonesa.

Melhor lugar do Brasil: Os lugares que ainda não conheci.

O que está escutando em seu mp3, iPod ou no carro: Dave Matthews Band, João Gilberto, Vanessa da Mata

Fale com ele: fsegredo@gmail.com ou acesse seu blog

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças