Guia da Semana

O valor do lado B

Noel Gallagher, do Oasis, anuncia provável álbum solo e fãs do grupo esperam músicas do nível dos "b-sides"

Foto: divulgação

Noel Gallagher anunciou em entrevista cedida à revista inglesa NME que está preparando o repertório para um provável álbum solo. Não é a primeira vez que se escuta isso: especulações desse tipo ocorrem de tempos e tempos, desde que o Oasis firmou seu nome entre os "grandes". Os medíocres álbuns lançados após Be Here Now (1997), e a piora de voz do vocalista Liam (um exemplo de performance pífia pode ser encontrada no youtube: o show no Brasil em 2006) geraram mais expectativa nos fãs em relação a um álbum solo do Gallagher mais velho, já que os b-sides, de excelente qualidade, relembram o nível dos primeiros trabalhos lançados pela banda.

Noel consolidou a imagem de excelente vocalista com a exposição proporcionada pelo Acústico MTV, onde assumiu o vocal em todo o set list devido à uma suposta "gripe" de seu irmão - flagrado fumando, bebendo e assistindo ao show de sua banda. Faixas como Some Might Say e Listen Up são revigoradas com o novo vocal e chamam a atenção dos fãs mais dispostos para outras composições não tão conhecidas.

Sad Song, lançada como música extra na edição em vinil do primeiro álbum, Definetly Maybe (1994), inaugura os b-sides cantados por Noel. Half The World Away, dessa época, é citada por Paul Weller (líder do The Jam e ídolo de Noel) como uma de suas composições favoritas. Vale ressaltar que a letra dessa música é muito bem feita, algo raro de se encontrar no mundo dos Gallagher. O mesmo Paul Weller regravou recentemente One Way Road (2000) - ano de boas canções como Carry Us All e Idler´s Dream.

Recentemente Noel vem se apresentando solo ou com a presença de convidados, como Paul Weller e Gem Archer, mantendo boas performances ao vivo. A tentativa de cover de There´s a Light that Never Goes Out, do The Smiths, é bem sucedida e pode ser conferida no nosso velho YouTube (www.youtube.com). Aos fãs fica a esperança de que Noel respire fundo e possa compor um punhado de boas canções nesse álbum solo. De repente até o Liam, com inveja, volte a cantar com alguma decência.


Quem é o colunista: Diogo Silva

O que faz: é estudante de História, técnico em informática e tocador de baixo elétrico.

Pecado gastronômico: café, bem ou mal passado.

Melhor lugar do Brasil: litoral da Bahia.

Fale com ele: fadeaway_br@yahoo.com.br

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças