Guia da Semana

Personagem Tintin é estrela de leilão

Destaque do evento é HQ de 1934, avaliada em 40 mil euros

23 de setembro de 2010

 

Um leilão marcado para 9 e 10 de outubro no Château de Chevernym, na França, terá como principal estrela o repórter aventureiro Tintin, da história em quadrinhos criada pelo belga Hergé. Serão 400 lotes de objetos relacionados ao personagem e seu companheiro, o cão Milu, com preços que atingem o patamar de 40 mil euros. A peça em destaque do leilão será a edição de 1934 de um álbum da história As Aventuras de Tintin e Milu na América.

 

O local do evento não foi escolhido ao acaso: foi nele que o autor se inspirou para criar o Château de Moulinsart, edifício onde concentrou a residência de Tintin e o laboratório do professor Girassol. Também foi programada para os presentes e amantes da obra, uma festa com espaço para tirar fotografias ao lado de réplicas dos veículos usados nas histórias, além da exposição permanente Os Segredos de Moulinsart.

 

Links relacionados:

Especial: Heróis nas telas

Objetos de Tintin arrecadam U$ 1,3 milhão em leilão

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Obras do MASP agora podem ser vistas em plataforma on-line gratuita

Museu integra a partir de hoje o acervo do Google Arts & Culture

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA