Guia da Semana

Um convite à leitura

Pouco conhecidas pelo público, bibliotecas da cidade oferecem acervos especializados em cinema, teatro e até gibis

Foto: stock.xcng

Que os livros no Brasil custam caro e que isso impede um maior acesso à cultura de grande parte da população não é novidade. O que talvez nem todo mundo saiba, porém, é que a cidade de São Paulo oferece, por meio de instituições públicas e particulares, uma grande variedade de títulos gratuitos.

São milhões de livros, revistas, jornais e gibis que podem ser consultados no local e até levados para casa. Algumas destas instituições contam com acervos especializados em temas, como teatro e cinema. Pensando em quem gosta de ler, mas não quer gastar muito, o Guia da Semana fez um roteiro destes espaços de leitura. Confira!


Acervo Tradicional

Fundada em 1926, a Biblioteca Mário de Andrade possui a segunda coleção documental mais importante do País. Seu acervo é composto por mais de 3,3 milhões de itens, entre literatura nacional e estrangeira, dicionários, enciclopédias, obras raras, fotografias e manuscritos.

Há ainda sessões com livros de arquitetura, urbanismo, artes plásticas, cinema, teatro dança e música, além de uma ampla coleção de periódicos especializados, formando uma das mais importantes coleções de livros de arte de São Paulo.

A consulta pode ser realizada a partir de catálogos de fichas organizadas por autor, título e assunto. Além disso, a biblioteca conta com apoio de bibliotecários especializados e um setor de empréstimos. Para obter a carteira de usuário, é necessário apresentar um documento com foto e comprovante de residência. Cada freqüentador pode retirar dois livros por vez, com prazo para devolução de 14 dias.


Da telona para a estante

Quando o assunto é cinema, o centro de documentação e pesquisa da Cinemateca Brasileira é o lugar certo! O acervo é composto por 5.330 livros, 2.004 catálogos, 197 teses, 2.063 folhetos e uma documentação variada, reunida em 2.260 pastas contendo press-releases, certificados de censura, convites e papers.

Outro destaque é a coleção de 2.960 roteiros, que inclui argumentos, projetos e listas de diálogos e de intertítulos. A Cinemateca conta ainda com periódicos brasileiros e estrangeiros e os arquivos pessoais de críticos e cineastas brasileiros como Glauber Rocha, Francisco Luiz de Almeida Salles e Pedro Lima.

Completam o acervo 32 mil fotos de filmes estrangeiros, 26 mil de filmes brasileiros, 22 mil de eventos e personalidades, 42 mil negativos e 500 placas de vidro, lanternas e estereografias. O local dispõe de uma equipe que auxilia os interessados a fazer as consultas, além de oferecer visitas guiadas. O acervo fotográfico pode ser reproduzido tanto pelos métodos tradicionais quanto por digitalização.


Quando o assunto é teatro...

... o Museu Lasar Segall possui um dos acervos mais completos da cidade. Especializada em Artes Cênicas, Cinema, Fotografia e Radio e Televisão, a biblioteca conta com 532 mil itens entre livros, folhetos, teses, catálogos, programas de espetáculo, cartazes, fotos, press-releases, CD-ROMs e artigos de jornal.

Destacam-se os mais de dois mil textos inéditos de teatro, a coleção de programas de teatro, ópera e dança, e as críticas jornalísticas das respectivas montagens. O acesso às estantes é livre. A consulta deve ser feita na biblioteca, pois não há sistema de empréstimo.

Além disso, o museu conta com um dos mais antigos e completos acervos de fotografia da cidade, uma documentação especial de recortes de jornal e uma importante coleção de scripts de rádio das décadas de 50 e 60.


Variedade na Paulista

Livros, catálogos, teses acadêmicas, jornais, revistas, vídeos, DVDs, CDs, CD-ROMs. Tudo isso é disponibilizado gratuitamente pela midiateca do Itaú Cultural, que fica na Avenida Paulista.

Obras sobre artes visuais, cinema, música, literatura e artes cênicas compõem o acervo da biblioteca, que conta com 10.488 publicações, 11.428 catálogos de arte, 281 teses, 802 obras de referência, 6.119 recortes de jornais e revistas e 430 títulos de periódicos. Os visitantes devem fazer as consultas no local, pois não é permitido o empréstimo das publicações.

A videoteca, por sua vez, conta com obras de curta e longa-metragens, tanto de ficção quanto documentários. Os vídeos podem ser retirados mediante um cadastro feito com RG, CPF e comprovante de residência. O usuário pode levar até três fitas durante dois dias. Há também espaço para exibição individual ou coletiva. São 540 DVDs, 371 CD-ROMs, 2.157 CD-Áudios e 2.850 vídeos.


Para se divertir

Para quem gosta de histórias em quadrinhos, a Gibiteca Henfil, no Centro Cultural São Paulo, apresenta um rico acervo. Spawn, Batman, Turma da Mônica e Asterix, são alguns dos títulos disponíveis.

São 75 mil gibis, álbuns, revistas e fanzines distribuídos por faixa etária. Outro destaque da Gibiteca é o Espaço RPG, com local exclusivo para jogos. Além disso, o local se tornou um ponto de encontro de fãs e profissionais da área que se reúnem para desenhar, trocar experiências ou confeccionar fanzines.

Parte do acervo pode ser emprestado mediante matrícula. Para se matricular, é necessário ser morador da cidade de São Paulo ou da Grande São Paulo, e levar documento de identidade comprovante de endereço. Os menores de 16 anos precisam estar acompanhados de um responsável.


Serviço:

Biblioteca Mário de Andrade
Rua da Consolação, 94 e 1024 (setor de empréstimos) - Consolação
Tel.: 3256-5270
Horário: segunda a sexta, das 9h às 21h; sábado, das 9h às 18h

Cinemateca Brasileira
Largo Senador Raul Cardoso, 207, Vila Clementino
Tel. 5084-2177
Horário: segunda a sexta, das 9h às 14h
Recomenda-se marcar o atendimento com antecedência pelos telefones 5084-2177 (ramal 102 - Biblioteca; ramal 209 - Centro de Documentação e Pesquisa) e 5574-1071 (fax) ou pelo e-mail doc@cinemateca.org.br, para informar sobre o tema da consulta.

Museu Lasar Segall
Rua Berta, 111 - Vila Mariana
Tel.: 5574-7322
Horários: terça a sábado, das 14h às 19h; domingo, das 14h às 18h.

Itaú Cultural
Av. Paulista, 149 - próximo à estação Brigadeiro do metrô
Tel. 2168-1776/1777
Horário: terça a sexta, das 12h às 20h; sábado das 10h às 19h

Gibiteca Henfil
Rua Vergueiro, 1000 - Paraíso
Tel. 3383-3490
Horário: terça a sexta feira, das 10h às 19h; sábado, das 10 às 18h; domingos, das 10 às 16h.

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças