Guia da Semana

007 momentos bizarros do James Bond

Na próxima sexta estreia 007 - Operação Skyfall. Confira uma seleção com sete momentos bizarros do agente secreto no cinema

James Bond está de volta aos cinemas. Na sexta-feira, 26 de outubro, estreia 007 - Operação Skyfall, novo longa do agente secreto. O filme continua com a abordagem mais realista do personagem, que começou em 2006 com Cassino Royale, com a estreia de Daniel Craig no papel, e continuou em Quantum of Solace, de 2008.

>> Adele grava trilha sonora de novo 007. Ouça!
>> Começa a pré-venda de ingressos para Amanhecer Parte 2
>> Veja as 10 trilhas mais marcantes da saga 007

Mas para muita gente, o 007 não é esse agente sisudo e brucutu, representado nos últimos filmes, que tem clara inspiração nos filmes da franquia Bourne.

James Bond protagonizou muito momentos divertidos e sem noção, que beiravam o absurdo e fizeram sua fama no cinema internacional.

O Guia da Semana fez uma lista com os sete momentos mais divertidos (e bizarros) do agente secreto. Confira:

Corrida nos Crocodilos - Com 007 Viva e Deixe Morrer (1973)

De todos atores que interpretaram o 007, Roger Moore talvez seja o que mais protagonizou situações absurdas. Uma delas é quando ele pula por cima de vários crocodilos para fugir de um lago infestado pelas feras.
 

O Apito do Pulo - 007 Contra o Homem da Pistola de Ouro (1974)

A cena em si não tem nada de absurdo. O incrível salto de carro foi feito por um dublê, mas os realizadores não estavam satisfeitos só com isso. Então, adicionaram um efeito sonoro na pós produção que deixou o filme com um leve tom de Trapalhões.
 

Luta no Bondinho - 007 Contra o Foguete da Morte (1979)


Depois de viajar o mundo inteiro James Bond também carimbou seu passaporte no Brasil. Em cima do bondinho do Pão do Açúcar, no Rio de Janeiro, o espião enfrentou o vilão Jaws.

Fuga no Caminhão - 007 na Mira dos Assassinos (1985)

No seu último filme como 007, Roger Moore quase levou o James Bond ao nível Didi Mocó. Ele amarra um dirigível em uma ponte com uma corda, persegue um bandido na Torre Eifel e aqui, vai para parte de trás de um caminhão de bombeiros durante uma fuga sem motivo nenhum.
 

Trenó Violancelo - 007 - Marcado para Morte (1987)
 

Na hora do aperto o jeito é se virar. Após bater o carro fugindo de agentes soviéticos do mal, James Bond resolve usar o case de um violoncelo como se fosse um trenó e fugir de seus perseguidores com estilo.
 

Paraquedas no casamento - 007 - Permissão para Matar (1989)

São poucos que fazem uma entrada triunfal como James Bond. No dia de seu casamento o agente secreto resolve ir de última hora atrás de um perigoso traficante. Após completar a missão precisa ir voando para a igreja. Literalmente.
 

Surfando no Tsunami - 007 - Um Novo Dia para Morrer (2002)

Com uma trama confusa e muito criticada, o 007 – Um Novo Dia para Morrer apresentava alguns absurdos como um carro invisível movido a controle remoto, um vilão coreano que se disfarça de ocidental, e absurda cena onde 007 pula de paráquedas de um iceberg e surfa em um tsunami.

E você? Lembra de mais alguma cena divertida ou absurda dos filmes do 007?

Atualizado em 30 Out 2012.

Por Edson Castro
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

“Gostosas, Lindas e Sexies” – Sex and the City à brasileira chega aos cinemas com elenco plus-size

Filme estreia nesta quinta, 20 de abril

Será? Will Smith pode ser o Gênio no live-action de "Aladdin"

Segundo o Deadline, ator está em negociações com a Disney

5 Motivos para (ir correndo) ver “Guardiões da Galáxia Vol. 2”

Filme chega aos cinemas no dia 25 de abril e já tem ingressos à venda

“Paixão Obsessiva”: suspense trash com Katherine Heigl estreia nesta quinta

Heigl interpreta uma ex-mulher determinada a eliminar a atual

“Paterson” - Adam Driver é um poeta do cotidiano em novo filme de Jim Jarmusch

Filme conta a história de um motorista de ônibus que escreve poemas nas horas vagas

Cinemark exibe “...E O Vento Levou” na próxima terça-feira

“2001: Uma Odisseia no Espaço” e “O Mágico de Oz” serão os próximos clássicos na programação