Guia da Semana

Alta definição

Saiba mais sobre o Blu-Ray, a nova mídia que chega ao mercado para tentar tomar o lugar dos DVDs

Fotos: Reprodução
Os CD´s são fabricados com um substrato que permite evitar os arranhões e facilitar a leitura quando sujos.

Quem nunca comprou aquele aparelho eletrônico inovador e depois de poucos meses, observou ele se tornar uma "velharia"? Na ânsia da atualização constante, a maioria dos consumidores de tecnologia continua a buscar a novidade definitiva do mercado. Para esse público, o Blu-Ray é uma das útimas sensações.

A mídia oferece cinco vezes mais capacidade de armazenamento que um DVD normal, o que é suficiente para ver filmes de alta definição e outros formatos que necessitam de maiores quantidades de dados para rodar. Chega para competir diretamente com o HD DVD (padrão mais difundido atualmente) e promete iniciar uma boa briga pelo domínio do bilionário mercado de entretenimento doméstico.

Como funciona

Desenvolvida pelas empresas Sony e Phillips, a tecnologia foi criada com o objetivo de ser o novo padrão de mídia para os próximos anos. Segundo o diretor de marketing da Warner Home Vídeo, Rodrigo Drydale, o produto ainda deve se popularizar, ganhando preços mais acessíveis. "Os DVDs normais rodam nos players Blu-Ray, ganhando qualidade de imagem. É uma tecnologia complementar, para aqueles que querem assistir filmes com a qualidade superior da alta definição e interatividade. Estimamos que em 2010, o mercado será dividido em 40% Blu-Ray e 60% Standard".

Além de ser capaz de suportar mais dados, com mais definição de cores e nitidez, o Blu-Ray possui um sistema de lentes duplas e uma camada protetora mais larga, direcionando o laser de forma mais precisa na superfície do disco. Lembrando que para aproveitar todos os recursos do aparelho, é preciso rodar o disco em uma TV de alta definição (Plasma ou LCD).

Entre os formatos desenvolvidos, existem três mais conhecidos: o BD-ROM, só de leitura, utilizado para armazenar filmes, jogos e softwares de computador; o BD-R gravável, que oferece ao usuário a possibilidade de armazenar grandes quantidades de dados e gravações HDTV; e o BD-RE, regravável, que permite alterar o conteúdo do disco.

Fotos: Marcus Oliveira
Diversos clássicos do cinema foram relançados para o Blu-Ray.

Qualquer tipo de Blu-Ray pode armazenar cerca de 25 GB, o que significa mais de seis horas de vídeo de alta definição. No modo Double Layer, este espaço pode ser duplicado, chegando a 50 GB. A TDK, empresa responsável pela fabricação dos discos, já descobriu um novo substrato químico, que em breve, permitirá evitar os arranhões e facilitar a leitura de CDs sujos.

No Brasil

Por ser considerada nova, a tecnologia ainda é relativamente pouco divulgada no Brasil. Por isso pode ser difícil encontrar alguns títulos no mercado, já que a variedade de obras distribuídas oficialmente ainda é pequena e as opções mais clássicas costumam ser importadas. Mas segundo o estudante Rafael Miranda, usuário de Blu-Ray, a quantidade de títulos vem aumentando e já é muito mais fácil encontrar opções dentro do formato, que segundo ele, tem diferenciais que fazem o investimento valer a pena. "A diferença entre o DVD comum e o Blu-Ray é bem nítida. A imagem é diferente, mas claro, é necessário uma TV ideal para completar o aparelho. O áudio também é muito mais real que no DVD. Parece que você está dentro da cena", afirma.

Fotos: Marcus Oliveira
Diversas lojas incluiram as produções com Blu-Ray nas prateleiras.

Assim como tradicionalmente fazem os DVDs, os Blu-Rays permitem a escolha de legendas (e ocasionalmente dublagem) em diversas línguas. "Na minha opinião, o DVD não vai deixar de existir agora. Mas um dia o Blu-Ray vai se popularizar e entrar na casa das pessoas igual ao DVD. Hoje, diversos sites de compras e lojas especializadas em tecnologia já estão vendendo. Para quem gosta de curtir um bom filme, comendo uma pipoquinha, eu recomendo. Logo que ouvi falar do Blu-Ray já me interessei, pesquisei e comprei o aparelho e notei muita diferença", completa Rafael.

Curiosidades
? SONY, LG, SAMSUNG e Panasonic são os principais fabricantes de Blu-Ray no mundo.

? Os preços variam de R$ 1.400,00 a R$ 3 mil, de acordo com a capacidade de cada modelo.

? O preço médio de um disco de Blu-Ray no Brasil é de R$ 70,00.



Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

17 filmes para assistir no NOW durante o feriado de Carnaval

De terror a animação, confira filmes que vão te entreter nesse feriado

Logan: "filme definitivo" do Wolverine chega aos cinemas

Longa marca a despedida de Hugh Jackman do personagem que viveu por 17 anos

Um Limite Entre Nós: filme indicado ao Oscar chega ao Brasil em cima da hora

Longa traz Denzel Washington e Viola Davis em atuações singulares

13 filmes indicados ao Oscar que você pode assistir em casa agora mesmo

Do premiado “A Chegada” ao emocionante “Fogo no Mar”, veja quais são os filmes do Oscar para assistir no NOW

Confira os melhores momentos da passagem de Hugh Jackman pelo Brasil

“Silêncio”: 3 motivos para ver o novo filme de Scorsese (e 3 para pensar duas vezes)

Longa traz Andrew Garfield e Adam Driver como padres jesuítas