Guia da Semana

Big Apple na sétima arte

O cinema adora Nova Iorque. Por isso, o Guia da Semana separou uma pequena lista de filmes onde a cidade aparece quase como um personagem da história

por Vivian Ortiz

Formada por cenários incríveis, tais como o belo Central Park e a cosmopolita Avenida Time Square, a cidade de Nova Iorque é praticamente um estúdio de cinema a céu aberto. Com tantos filmes produzidos na Big Apple, fica quase impossível não ter uma grande cena na lembrança cuja locação foi em algum ponto da cidade.

Quem não se recorda, por exemplo, da misteriosa fumaça saindo dos bueiros, cortada por um apressado táxi amarelo, de Taxi Driver? Ou nunca viu Marylin Monroe, uma das mulheres mais sexies do planeta, ter a saia levantada por uma lufada de ar produzida pelo metrô de Nova Iorque? Impossível também esquecer as histórias do diretor Woody Allen, quase sempre tendo a cidade como pano de fundo.

Com tantas atrações para mostrar, o Guia da Semana convida o leitor para um passeio pela cidade, por meio de uma lista de filmes onde Nova Iorque, longe de ser apenas um cenário, surge praticamente como mais um personagem:

O Pecado Mora ao Lado (1955) 

Richard Sherman (Tom Ewell) passará o verão sozinho, pois a esposa e o filho foram viajar de férias. No calor de Manhattan, ele entra na crise dos sete anos de casamento e começa a fantasiar com outras mulheres. Para complicar a vida dele, surge uma nova vizinha, a modelo vivida por Marilyn Monroe, toda simpática, sapeca e sensual. Seria possível resistir à tentação?

Por ser baseado numa peça de teatro e ter elenco reduzido, o longa-metragem tem a maior parte das ações passadas dentro do prédio em que os dois personagens vivem. O edifício é localizado em East Side, na 61th Street. A curiosidade é que o apartamento 164 - onde Sherman mora - foi emprestado para a locação por um tal de Julian Bach, que recebeu 200 dólares em whiskey na troca.

A famosa cena da saia esvoaçante foi gravada nos dutos da estação de metrô da Lexington Avenue, local até hoje visitado por muitos fãs do cinema. Aliás, a filmagem fez parte de um grande golpe publicitário do estúdio, que avisou a imprensa e disse que a atriz estaria usando um equipamento que iria 'parar o trânsito'. Cerca de 2.000 pessoas compareceram para assistir à gravação e gritavam sempre que a saia subia.



O Pecado Mora ao Lado
Título original: The Seven Year Itch
Direção: Billy Wilder
Elenco: Marilyn Monroe, Tom Ewell, Oscar Homolka
Tempo de duração: 105 min.
Ano de lançamento: 1955



Intriga Internacional (1959) 

Esta é uma das grandes obras do mestre Alfred Hitchcock. O enredo gira em torno do publicitário Roger Thornhill, papel do galã Cary Grant. Roger inicia o filme trabalhando no já demolido edifício CIT, localizado no número 650 da Madison Avenue. Durante muitos anos, essa avenida teve toda sua extensão ocupada por agências de publicidade, associações do setor e empresas de radiodifusão.

Tudo muda na vida dele após um almoço no tradicional Plaza Hotel, localizado na Fifth Avenue com a 59th Street, onde é confundido com um espião chamado George Kaplan. O tal homem estava sendo perseguido por uma gangue de espiões. Tem-se início uma caçada, em que o protagonista escapa de um atentado, tenta investigar o caso por conta própria, se apaixona por uma bandida e ainda acaba acusado de assassinato, cometido, aliás, no imponente edifício das Nações Unidas, bem na First Avenue com a 46th Street.

Não poderíamos deixar de citar o fato de que o clímax do filme acontece sobre o Monte Rushmore, aquela montanha com os rostos de quatro presidentes dos Estados Unidos, um outro grande ponto turístico. Mas aí já saímos do nosso set de filmagem favorito, pois a montanha se localiza no estado da Dakota do Sul.



Intriga Internacional
Título original: North by Northwest
Direção: Alfred Hitchcock
Elenco: Cary Grant, James Mason, Eva Marie Saint
Tempo de duração: 131 min.
Ano de lançamento: 1959



Taxi Driver (1976) 

O lado pobre e sujo da cidade é bastante explorado nesse longa-metragem de Martin Scorsese. Travis Bickle, interpretado por Robert De Niro, é um jovem de 26 anos frustrado e alienado. Devido a uma insônia crônica, o rapaz arranja um emprego noturno de taxista na cidade de Nova Iorque. Por falar nisso, ele se encontra com outros colegas de profissão na Belmore Cafeteria, localizada na Park Avenue South com a 28th Street.

Um dos passatempos favoritos do perturbado Travis é assistir a filmes pornográficos em cinemas imundos, que ainda hoje podem ser encontrados no quarteirão da 48th Street com a Eighth Avenue. Outra obsessão do personagem é Betsy (Cybill Shepherd), que trabalha no comitê eleitoral do senador Palantine, candidato à presidência.

Uma cena clássica é durante um comício, gravado na Seventh Avenue com a 38th Street, em Columbus Circle, na qual Travis ostenta um cabelo moicano. Outro ponto marcante é o Scuzzy Hotel, palco da sangrenta chacina na parte final da história. Trata-se da casa de número 226 na 13th Street, entre a Second e Third Avenues, em East Village. Algumas portas atrás, no número 204, está a moradia do cafetão Sport (Harvey Keitel), 'chefe' de Iris, a prostituta mirim vivida por Jodie Foster.



Taxi Driver - Motorista de Táxi
Título original: Taxi Driver
Direção: Martin Scorsese
Elenco: Robert De Niro, Jodie Foster, Harvey Keitel
Tempo de duração: 114 min.
Ano de lançamento: 1976



Manhattan (1979)

Quem conhece a filmografia do cineasta Woody Allen sabe que ele tem uma grande predileção pela cidade. Este filme, em especial, é uma declaração de amor à Nova Iorque - com bela fotografia da Riverview Terrace, em Sutton Square, 59th Street- e acabou se tornando uma obra-prima sobre a vida cotidiana das pessoas. Nele, Allen vive Issac, um homem de meia-idade que tem um caso com uma garota bem mais nova, Tracy (Mariel Hemingway).

Apesar de eternamente infeliz na vida e no amor, ele segue uma vida trivial, até que Yale (Michael Murphy), que é casado, revela que está saindo com outra mulher. Obviamente que Allen se apaixona pela tal amante do amigo, Mary (Diane Keaton), e vive o drama de escolher entre a jovem, bonita e apaixonada Tracy ou a insegura, neurótica e chata Mary.

Em sua extensa obra, o cineasta divulgou tanto a cidade que existe até o Woody Allen Tour por Manhattan. O passeio inclui uma visita ao apartamento de Annie Hall, de Noivo Neurótico, Noiva Nervosa (1977) na 70th Street, o clássico restaurante Elaine's, na Second Avenue, que marca o início do filme Manhattan, e o Carlyle Hotel, no Upper West Side, onde até hoje Allen se apresenta religiosamente todas as segundas-feiras tocando melodias típicas do jazz de Nova Orleans com sua clarineta.


Manhattan
Título original: Manhattan
Direção: Woody Allen
Elenco: Woody Allen, Diane Keaton, Mariel Hemingway
Tempo de duração: 96 min.
Ano de lançamento: 1979



Quero ser Grande (1988)

Cansado da vida de criança, um menino de doze anos pede a uma máquina de desejos para ser adulto. No dia seguinte, ele se surpreende ao ver que seu pedido foi realizado. No entanto, sua mãe, sem reconhecê-lo, expulsa-o de casa, e "Josh" Baskin (Tom Hanks) aproveita seu lado infantil para se dar bem no mundo dos adultos.

Na história, que se passa em Nova Iorque, claro, as casas do personagem principal, e de seu melhor amigo, Billy, por exemplo, situam-se lado a lado na 435 e 437 Greenmount Avenue, em Cliffside Park. O protagonista também circula na 5th Avenue e na Times Square, dois outros locais bastante famosos da cidade.

Contudo, a cena mais famosa do filme é aquela em que Josh toca um enorme piano no chão da loja de brinquedos F.A.O. Schwarz. Para quesito de curiosidade, a mesma loja também aparece no filme Esqueceram de Mim 2: Perdido em Nova Iorque. Se você quiser tentar fazer igual ao personagem de Hanks, vá até o número 767 da Fifth Avenue, com a 58th Street. Quem sabe você não se dá bem? No filme, a dancinha rende a Josh o emprego dos sonhos: passar o dia inteiro testando brinquedos - e ser pago por isso.



Quero Ser Grande
Título original: Big
Direção: Penny Marshall
Elenco: Tom Hanks, Mercedes Ruehl, Robert Loggia
Tempo de duração: 104 min.
Ano de lançamento: 1988



Homem Aranha (2002) 

Peter Parker (Tobey Maguire) é um jovem estudante que vive na casa de seus tios, Ben e May - número 8839 da 69th Road, no Queens - desde que seus pais faleceram. Inteligente, mas com grande dificuldade em se relacionar com os colegas, ele acaba sendo picado por uma aranha geneticamente modificada. A partir de então, desenvolve poderes de aranha e passa a escalar paredes e tetos de Nova Iorque, emitir pelos punhos um fluido ultra-resistente semelhante à uma teia e ter visão ampliada.

Esses poderes do personagem são descobertos em cenas filmadas na Austin Street com a Ascan Avenue, também no Queens. Inicialmente, Peter pensa em usar sua nova condição para ganhar dinheiro, ao adotar o nome de Homem-Aranha e se apresentar em lutas de exibição. Porém, ao permitir que um ladrão fuja por não considerar sua função capturá-lo, o fugitivo acaba assassinando seu tio Ben.

Assim, Peter decide não mais usar seus poderes para proveito próprio e sim para enfrentar o mal. Um de seus inimigos é o psicótico Duende Verde (Willem Dafoe), que na verdade é o empresário Norman Osborn. Para conhecer o exterior da mansão do personagem basta ir até Tudor City, na East 40th Street.


Homem-Aranha
Título original: Spider-man
Direção: Sam Raimi
Elenco: Tobey Maguire, Willem Dafoe, Kirsten Dunst, James Franco
Tempo de duração: 128 min.
Ano de lançamento: 2002



Sex & The City - O Filme 

Quatro anos após o fim da última temporada do seriado norte-americano homônimo, chegou aos cinemas a história das belas balzaquianas Carrie (Sarah Jessica Parker), Charlotte (Kristin Davis), Miranda (Cynthia Nixon) e Samantha (Kim Cattrall) e suas andanças por Nova Iorque. Este longa-metragem é uma espécie de continuação do que aconteceu no final do seriado.

Quem for até a cidade e quiser visitar a 'casa' das personagens é só anotar o endereço: Carrie mora no número 245 da East 73rd Street, Charlotte no 700 da Park Avenue, Samantha no 300 da Gansevoort Street e Miranda no 331 da West 78th Street.

Os fãs da série e do filme sabem que nada é mais Sex and the City do que a famosa loja Manolo Blahnik, marca de sapatos que exerce um enorme fascínio em Carrie e nas fãs. Pena que os preços não caibam em qualquer bolso, mas olhar ainda não custa nada, não é? Fica no número 31 da West 54th Street entre 5th and 6th Avenue


Sex and the City - O Filme
Título original: Sex and the City
Direção: Michael Patrick King
Elenco: Sarah Jessica Parker, Kim Cattrall, Kristin Davis, Cynthia Nixon
Tempo de duração: 148 min.
Ano de lançamento: 2008
 

Atualizado em 10 Abr 2012.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Apresentador Jimmy Kimmel comandará o Oscar 2017

Notícia foi confirmada pela revista Variety

Assista à nova prévia de "Tamo Junto", comédia estrelada por Sophie Charlotte e Fábio Porchat

Longa apresenta humor repleto de referências da cultura pop

Bertolucci revela que houve estupro em cena de "Último Tango em Paris" e revolta Hollywood

"Queria sua reação como garota, não como atriz", disse o diretor

História do palhaço Bozo será contada nos cinemas; assista ao trailer de "Bingo: O Rei das Manhãs"

Elenco terá Vladimir Brichta, Leandra Leal e Pedro Bial

Ator de “Power Rangers” faz homenagem à Chapecoense durante a CCXP 2016

Elenco do filme participa da terceira edição da feira de cultura pop em São Paulo

Veja os melhores cosplays da Comic Con Experience 2016 (CCXP)

Evento acontece no São Paulo Expo entre 1 e 4 de dezembro