Guia da Semana

Boa trama compensa o ritmo lento de "A Mulher de Preto 2"

A continuação da saga dispensa Daniel Radcliff do papel principal

Mais de 40 anos após a assustadora jornada de Arthur Kipps, voltamos à assustadora Eel Marsh Houde, a mansão na pequena vila rural de Crythin Gifford. Agora, ao invés do advogado vivido por Daniel Radcliffe, o terrível espírito que habita a casa deve procurar outras almas para atormentar. "A Mulher de Preto 2: O Anjo da Morte" estreia no dia 29 de janeiro e inaugura o calendário de lançamentos de terror em 2015.

A nova história é ambientada na Inglaterra, durante a 2ª Guerra Mundial. Quando uma destruidora bomba atinge a cidade de Londres, um grupo de crianças, sob a tutela da delicada professora Eve (Phoebe Fox) e da rígida governanta Jean (Helen McCrory), foge para o interior, em busca de um lugar seguro. Acontece que esse lugar é Eel Marsh Houdee, agora em ruínas. Não demora para que acontecimentos estranhos passe a assustar os novos habitantes do local, que por sua vez, não imaginam o perigo que os assombra. 

 

O ritmo lento do filme é compensado pela qualidade da trama que, apesar de seguir a tradicional cartilha do gênero, é construída com cuidado, ligando os dois filmes e arrancando alguns sustos. Ao mesmo tempo em que acompanhamos os planos da Mulher de Preto, um romance entre a protagonista e um piloto de guerra é construído, aumentando ainda mais a tensão. 

"A Mulher de Preto 2" é uma boa pedida para os fãs do primeiro filme, além daqueles que adoram uma boa história sobrenatural. Do contrário, o suspense e a fotografia ainda fazem a sessão valer a pena. Não espere sustos, mas prepare-se para se envolver no novo longa de Tom Harper, um expert do terror britânico.

Atualizado em 8 Jan 2015.

Por Ricardo Archilha
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Sesc Santana exibe óperas europeias na tela de cinema

“A Flauta Mágica” e “Aida” têm exibições em janeiro

10 Filmes sul-coreanos que você precisa conhecer

Filmes como “A Criada” e “Invasão Zumbi” são exemplos do crescimento do cinema comercial no país

Michael Fassbender fala sobre a adaptação de “Assassin’s Creed” para os cinemas

Filme estreia no Brasil no dia 12 de janeiro

Natalie Portman encarna a Sra. Kennedy no pesado e surpreendente “Jackie”

Filme reconta o assassinato do presidente americano sob o ponto de vista da primeira-dama

Andrew Garfield fala sobre selinho em Ryan Reynolds no Globo de Ouro - e repete a dose em apresentador!

Ao falar sobre o assunto, Garfield beijou Stephen Colbert

“Moonlight” chega aos cinemas brasileiros às vésperas do Oscar 2017

Filme narra a história de um garoto negro que se descobre gay numa comunidade preconceituosa e violenta