Guia da Semana

“Chef” mostra relação entre pai e filho na cozinha

Filme aborda moda dos food trucks com muita latinidade e lições familiares

Preparem as mesas: a comédia mais apetitosa do ano está chegando. Dirigida por Jon Favreau, “Chef” vem para agradar a toda a família, misturando uma história de reconciliação entre pai e filho com uma jornada arriscada em busca da felicidade no trabalho (e na cozinha).

Favreau é o chef Carl Caster, o protagonista. Trabalhando num emprego seguro há dez anos, Carl está cansado de servir o mesmo menu e vê na visita de um crítico importante a oportunidade para inovar. O problema é que o dono do restaurante (Dustin Hoffman) não quer saber de mudanças e, em questão de dias, o chef tem sua vida virada do avesso, sem emprego ou dignidade.

O que parecia ser o fundo do poço acaba se revelando uma oportunidade boa para Carl se aproximar do filho, Percy (Emjay Anthony), que mora com a mãe (Sofia Vergara). Percy sempre passa os fins de semana com o pai, mas não quer saber de montanhas russas ou filmes de terror: ele só quer ser útil, e percebe sua chance quando vê que Carl não entende nada de internet.

Pai e filho se reaproximam graças ao novo trabalho do chef

Antenado nas redes sociais como toda criança destes tempos, Percy se torna um ajudante essencial na abertura de um novo e arriscado negócio – um food truck de sanduíches cubanos. A ideia vem de sua mãe, que ainda mantém uma amizade com Carl e o ajuda a conseguir um carro em Miami (cidade mais latina dos Estados Unidos). A viagem de volta (até Los Angeles) será uma grande aventura para pai, filho e o sous-chef Martin (John Leguizamo).

“Chef” é tanto um road movie de meninos quanto um filme sobre a paixão de cozinhar. Fuja a tempo se você não suporta ver óleo fervendo, porcos assando e colheradas fartas de manteiga sobre a chapa. O filme pode não ser um defensor da culinária light, mas fará salivar do gourmet ao churrasqueiro, e capta com doçura o lado artístico da profissão.

Ancorado no século XXI, o filme aposta na tendência das comidas móveis e no poder do celular, mostrando Facebook e Twitter (com direito a passarinhos voadores na tela) como ferramentas revolucionárias de marketing, mas também como barreiras geracionais. Apesar de toda a pegada moderna, a história também ressoa valores universais e não será preciso entender toda essa tecnologia para se identificar com os personagens.

O chef abre um food truck com sanduíches cubanos

O filme traz participações curtas de alguns dos nomes mais quentes do momento: Robert Downey Jr. e Scarlett Johansson, além de Bobby Cannavale. Leve e despretensioso, “Chef” é a pedida certa para pais, filhos, cozinheiros e viajantes. É um filme para sorrir, mesmo que não surpreenda ou emocione profundamente – seu tempero está na medida certa.

Assista se você:

  • Gosta de gastronomia
  • Quer ver um filme “família”
  • Procura um filme com mensagens positivas

Não assista se você:

  • Não gosta de filmes previsíveis
  • Procura um filme mais pesado, para pensar
  • É vegetariano e não gosta de ver animais sendo utilizados na culinária

 

Atualizado em 26 Ago 2014.

Por Juliana Varella
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Infância de Pharrell Williams será retratada em musical de Hollywood

"Atlantis" terá produção da FOX e direção de Michael Mayer

12 Filmes, séries e mangás de ficção científica para conhecer depois de “A Vigilante do Amanhã”

Obras como “Matrix” e “Paprika” dialogam diretamente com os temas do filme com Scarlett Johansson

Novo trailer de "Homem-Aranha: De Volta ao Lar" mostra cena estrelada pelos Vingadores

Nova fase do herói nas telonas estreia no dia 6 de julho

Warner divulga primeiras fotos do novo "Tomb Raider" - confira!

Filme estreia em março de 2018

10 Suspenses psicológicos para quem gostou de “Fragmentado”

Conheça outros filmes surpreendentes sobre transtornos mentais e identidades múltiplas

“Logan” e “A Bela e A Fera” são os filmes mais vistos nos cinemas em 2017; confira os números

Veja o balanço completo das bilheterias mundiais em 2017