Guia da Semana

Cineasta filma documentário sobre sua própria morte

Publicação: sexta, 03 de outubro de 2008

Gil Rosselini, filho adotivo do diretor Roberto Rosselini, faleceu na noite desta quinta-feira (02/10), após sofrer por quatro anos de uma grave infecção. Na época, em 2004, depois de passar três semanas em coma, o cineasta decidiu fazer um documentário sobre a evolução da doença.

Durante o período, ele filmou Kill Gil e Kill Gil 2. Quando morreu, o diretor estava se preparando para completar o terceiro da série, que seria apresentado no Festival de Roma, no final do mês. Mesmo com a morte do autor, o filme será exibido incompleto no evento, com o título de Kill Gil 2 e meio.

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

10 Motivos para ver a animação “Sing – Quem Canta Seus Males Espanta”

Filme chega aos cinemas no dia 22 de dezembro

“Pets” tem sessão gratuita para incentivar a adoção de animais

Cine Matilha exibe a animação em sessão aberta para cães e seus donos

7 Fatos sobre “Fallen” que você precisa saber antes de ir aos cinemas

Adaptação do primeiro livro da saga adolescente estreia no dia 8 de dezembro

4 Motivos para ver “A Qualquer Custo” nos cinemas

Filme com Chris Pine e Jeff Bridges chega aos cinemas em janeiro

"50 Tons Mais Escuros" ganha trailer inédito; confira

Novo vídeo do longa está mais caliente do que nunca!

Clássico de Chaplin tem sessão gratuita no Auditório Ibirapuera

Exibição encerra a programação do centenário de Paulo Emílio Sales Gomes