Guia da Semana

Cineasta filma documentário sobre sua própria morte

Publicação: sexta, 03 de outubro de 2008

Gil Rosselini, filho adotivo do diretor Roberto Rosselini, faleceu na noite desta quinta-feira (02/10), após sofrer por quatro anos de uma grave infecção. Na época, em 2004, depois de passar três semanas em coma, o cineasta decidiu fazer um documentário sobre a evolução da doença.

Durante o período, ele filmou Kill Gil e Kill Gil 2. Quando morreu, o diretor estava se preparando para completar o terceiro da série, que seria apresentado no Festival de Roma, no final do mês. Mesmo com a morte do autor, o filme será exibido incompleto no evento, com o título de Kill Gil 2 e meio.

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

J.K. Rowling desmente boato sobre filme de "Harry Potter e a Criança Amaldiçoada"

"Não há verdade nos rumores sobre a trilogia", disse a escritora no Twitter

Após vídeo de supostos maus-tratos, pré-estreia de "Quatro Vidas de Um Cachorro" é cancelada

Universal Pictures divulgou comunicado oficial informando o cancelamento

Animação francesa “A Bailarina” é opção para as férias

Filme mostra uma menina que sonha em ser bailarina, mas, para isso, terá que aprender lições importantes de vida

Rede Cinesystem inaugura seu primeiro cinema em São Paulo

Com nove salas e projeção a laser, cinema promete ser o mais moderno da cidade

Rita Repulsa, Zordon e Alpha 5 estão no novo trailer dos "Power Rangers"; assista

Remake da série dos anos 90 estreia em março

“xXx: Reativado” – terceiro filme da franquia estrelada por Vin Diesel estreia nesta quinta

Longa traz Nina Dobrev no elenco e tem participação de Neymar Jr.