Guia da Semana

Crítica: “Casamento Grego 2” traz um humor leve para toda a família

Sequência da comédia de 2002 estreia no dia 31 de março nos cinemas

Nem parece, mas já se foram 14 anos desde que Toula se apaixonou por um americano e teve que convencer sua família grega a aceitá-lo. Agora, chega aos cinemas a sequência da comédia “Casamento Grego”, que vai reunir os Portokalos em mais uma grande e barulhenta festa.

Em “Casamento Grego 2”, dirigido por Kirk Jones (“O que esperar quando você está esperando”), acompanhamos três arcos paralelos. Os protagonistas do primeiro filme, Toula (Nia Vardalos) e Ian (John Corbett), estão casados há mais de 15 anos e começam a ter dificuldades para manter o romance entre tantas obrigações profissionais e, principalmente, familiares.

Entre seus problemas, está a filha, Paris (Elena Kampouris), já adolescente, que está se sentindo sufocada e quer ser aceita numa universidade bem distante de Chicago. Por fim, os pais de Toula, Gus (Michael Constantine) e Maria (Lainie Kazan), descobrem que sua certidão de casamento não foi assinada e, portanto, precisam se casar propriamente.

O filme, ao contrário do anterior, dificilmente pode ser rotulado como uma “comédia romântica”, já que o romance fica completamente ofuscado pela comédia. O humor é leve e aposta em piadas inofensivas sobre famílias excessivamente próximas, velhinhos rabugentos, tias muito abertas sobre suas vidas sexuais, vizinhas enxeridas e outros casos cotidianos com os quais qualquer um pode se identificar. As piadas internas, para quem assistiu ao primeiro filme, são muitas.

Se há uma fraqueza em “Casamento Grego 2”, é justamente a vontade de agradar a todos. O filme garante boas risadas, mas parece faltar um conflito central para, realmente, prender a atenção: por mais que o público saiba que tudo vai dar certo no final, o caminho até lá é fácil demais.

Paris, por exemplo, é uma adolescente rebelde apenas por alguns minutos, insuficientes para embarcar em qualquer discussão mais séria com os pais. Já a relação entre Toula e Ian, que dizem precisar de “conserto”, não parece realmente enfrentar nenhum obstáculo – os dois, claramente, ainda se respeitam e trocam olhares apaixonados durante todo o filme. Falta a eles, apenas, um pouco de tempo a sós e nada mais.

Quem segura o filme é o elenco veterano: Michael Constantine parece se divertir no papel do idoso reclamão e obcecado por Alexandre, O Grande; enquanto Lainie Kazan vai à loucura como a vovó espalhafatosa e romântica. Andrea Martin, que interpreta a tia Voula, também assume a dianteira em muitos momentos, levantando o astral do filme enquanto o casal principal não consegue fazê-lo.

“Casamento Grego 2” estreia nos cinemas no dia 31 de março, mas terá pré-estreias a partir do dia 24. Para quem procura algo leve e engraçado, é uma boa pedida.

 

Confira mais dicas de cinema:

Gostou? Veja todos os vídeos: youtube.com/julianavarellaonline

Atualizado em 2 Abr 2016.

Por Juliana Varella
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Veja os melhores cosplays da Comic Con Experience 2016 (CCXP)

Evento acontece no São Paulo Expo entre 1 e 4 de dezembro

CCXP 2016 surpreende com vídeos exclusivos no segundo dia de evento

Cena de novo “Homem-Aranha” e trailer de “Planeta dos Macacos: A Guerra” foram destaques na sexta-feira

"Jumanji" tem estreia no Brasil adiada para 2018

Anúncio foi feito pela Sony durante a CCXP

Assista à entrevista exclusiva com Fiuk e Sandy sobre a animação "Sing - Quem Canta Seus Males Espanta"

Filme estreia no dia 22 de dezembro nos cinemas

"A Múmia": Remake com Tom Cruise ganha teaser e pôster

Estreia está agendada para junho de 2017

Cahiers du Cinéma elege os melhores filmes de 2016

O brasileiro "Aquarius" aparece em quarto lugar na lista