Guia da Semana

Crítica: “Meu Passado Me Condena 2” explora as crises de um casal iniciante

Sequência traz Fábio Porchat e Miá Mello numa viagem nada romântica a Portugal

Fábio (Porchat) e Miá (Mello) voltam a enfrentar uma crise na relação em “Meu Passado Me Condena 2”, comédia de Julia Rezende que estreia no dia 2 de julho nos cinemas. Depois de estrelarem um filme, uma série de TV e uma peça de teatro, os atores se reúnem novamente para um segundo longa-metragem, desta vez levando seu amor-e-ódio a uma cidadezinha de Portugal.

O casal acaba de completar três anos de casamento e as coisas não vão nada bem. Ele continua desleixado e esquecido, enquanto ela continua apontando todos os seus defeitos sem piedade. Na verdade, ela está tão farta da situação que propõe que eles se separem.

Fábio não quer tomar uma atitude tão drástica, então aproveita o velório da avó em Portugal para levar Miá numa viagem que pode reacender o amor – ou acabar com ele de vez. Lá, seus sentimentos são testados pelo reencontro com o avô Nuno (Antônio Pedro), o inimigo de infância Álvaro (Ricardo Pereira) e sua primeira namorada Ritinha (Mafalda Pinto).

Quem também aparece em terras europeias é o casal Suzana (Inez Viana) e Wilson (Marcelo Valle), núcleo cômico que acompanhou a série e o primeiro filme, mas que aqui parece não se encaixar bem, protagonizando algumas piadas sem graça. Inez também assina a direção da peça.

O filme aposta em algumas piadas certeiras, como a do fazendeiro machista que ouve um sermão memorável de Miá ou a dos porcos, que Fábio não tem coragem de matar para o almoço. O roteiro é simples e previsível, mas seu maior mérito é justamente não forçar o humor escrachado nem intelectual, apostando em personagens engraçados, mas reais.

É fácil imaginar uma mulher como Miá, que encana com as manias do marido, morre de ciúmes da ex-namorada e é amiga de verdade dos amigos dele. Do outro lado, todos conhecemos um Fábio, um homem que se recusa a amadurecer, mas que se esforça ao máximo para agradar a amigos, familiares, chefes e à amada, sem deixar ninguém para trás.

“Meu Passado Me Condena 2” traz uma proposta leve e divertida com a qual jovens casais vão se identificar facilmente: Fábio e Miá ainda estão se conhecendo e aprendendo a conviver com os defeitos um do outro. Nesse processo, descobrem que o amor não depende apenas da atração, mas também da decisão de viver as dificuldades lado a lado.

Atualizado em 3 Jul 2015.

Por Juliana Varella
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

“It”: terror baseado em obra de Stephen King ganha trailer sinistro

Filme com ator de Stranger Things estreia em setembro nos cinemas

“A Vigilante do Amanhã – Ghost in the Shell”: tudo o que você precisa saber sobre o filme que estreia nesta quinta

Longa com Scarlett Johansson é um espetáculo visual e um remake fiel – mas as discussões filosóficas já não impressionam mais

Novo trailer de “Valerian e A Cidade dos Mil Planetas” mostra a exuberância de seu universo fantástico

Filme de Luc Besson chega aos cinemas no dia 10 de agosto

Infância de Pharrell Williams será retratada em musical de Hollywood

"Atlantis" terá produção da FOX e direção de Michael Mayer

12 Filmes, séries e mangás de ficção científica para conhecer depois de “A Vigilante do Amanhã”

Obras como “Matrix” e “Paprika” dialogam diretamente com os temas do filme com Scarlett Johansson

Novo trailer de "Homem-Aranha: De Volta ao Lar" mostra cena estrelada pelos Vingadores

Nova fase do herói nas telonas estreia no dia 6 de julho