Guia da Semana

Crítica: Sem sustos e com trama fraca, "Exorcistas do Vaticano" é mais um terror descartável

Filme estreia na próxima quinta, 20 de agosto

De clássicos, como "O Exorcista", a releituras contemporâneas, como "O Exorcismo de Emily Rose", possessões demoníacas é tema recorrente nos cinemas. A novidade da vez é "Exorcistas do Vaticano", nova produção assinada pelo diretor Mark Neveldine, dos sucessos "Gamer" e "Adrenalina". Com trama mais ou menos e sustos inexistentes, a única certeza que o filme passa é a de que o gênero, infelizmente, tem caído cada vez mais em seus clichês.

Vamos à história: após cortar o dedo acidentalmente, Angela Holmes começa a se comportar de forma estranha, causando acidentes e até a morte de outras pessoas. Internada em uma clínica psiquiátrica, a garota é examinada por um padre, que chega à conclusão de que ela está possuída. Mas quando um especialista em exorcismos é recrutado diretamente do Vaticano (?!), ele descobre uma força satânica mais ancestral e poderosa do que poderiam imaginar. 

Para dar tom ao enredo e criar uma atmosfera de veracidade, Neveldine intercala as cenas com imagens "reais" de exorcismo - o mais próximo do assustador que o filme consegue chegar. E se no começo existe alguma esperança de originalidade, ela se perde em meio ao fraquíssimo elenco, personagens rasas e um desfecho (alerta spoiler) sem graça, pé e nem cabeça. 

Navegando em meio ao mais do mesmo e algumas peculiaridades, "Exorcistas do Vaticano" não consegue sustentar o pouco de suas boas ideias. O resultado? Apenas mais uma cópia sem imaginação.

Atualizado em 20 Ago 2015.

Por Ricardo Archilha
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

17 filmes para assistir no NOW durante o feriado de Carnaval

De terror a animação, confira filmes que vão te entreter nesse feriado

Logan: "filme definitivo" do Wolverine chega aos cinemas

Longa marca a despedida de Hugh Jackman do personagem que viveu por 17 anos

Um Limite Entre Nós: filme indicado ao Oscar chega ao Brasil em cima da hora

Longa traz Denzel Washington e Viola Davis em atuações singulares

13 filmes indicados ao Oscar que você pode assistir em casa agora mesmo

Do premiado “A Chegada” ao emocionante “Fogo no Mar”, veja quais são os filmes do Oscar para assistir no NOW

Confira os melhores momentos da passagem de Hugh Jackman pelo Brasil

“Silêncio”: 3 motivos para ver o novo filme de Scorsese (e 3 para pensar duas vezes)

Longa traz Andrew Garfield e Adam Driver como padres jesuítas