Guia da Semana

Crítica: Sem sustos e com trama fraca, "Exorcistas do Vaticano" é mais um terror descartável

Filme estreia na próxima quinta, 20 de agosto

De clássicos, como "O Exorcista", a releituras contemporâneas, como "O Exorcismo de Emily Rose", possessões demoníacas é tema recorrente nos cinemas. A novidade da vez é "Exorcistas do Vaticano", nova produção assinada pelo diretor Mark Neveldine, dos sucessos "Gamer" e "Adrenalina". Com trama mais ou menos e sustos inexistentes, a única certeza que o filme passa é a de que o gênero, infelizmente, tem caído cada vez mais em seus clichês.

Vamos à história: após cortar o dedo acidentalmente, Angela Holmes começa a se comportar de forma estranha, causando acidentes e até a morte de outras pessoas. Internada em uma clínica psiquiátrica, a garota é examinada por um padre, que chega à conclusão de que ela está possuída. Mas quando um especialista em exorcismos é recrutado diretamente do Vaticano (?!), ele descobre uma força satânica mais ancestral e poderosa do que poderiam imaginar. 

Para dar tom ao enredo e criar uma atmosfera de veracidade, Neveldine intercala as cenas com imagens "reais" de exorcismo - o mais próximo do assustador que o filme consegue chegar. E se no começo existe alguma esperança de originalidade, ela se perde em meio ao fraquíssimo elenco, personagens rasas e um desfecho (alerta spoiler) sem graça, pé e nem cabeça. 

Navegando em meio ao mais do mesmo e algumas peculiaridades, "Exorcistas do Vaticano" não consegue sustentar o pouco de suas boas ideias. O resultado? Apenas mais uma cópia sem imaginação.

Atualizado em 20 Ago 2015.

Por Ricardo Archilha
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

“O Poderoso Chefinho”: animação adorável sobre um bebê “adulto” estreia em março (e vai conquistar seu coração)

Filme explora a relação entre um menino de 7 anos e seu novo irmãozinho

Final do Super Bowl será transmitida ao vivo nos cinemas

Evento acontece no dia 5 de fevereiro e terá show de Lady Gaga no intervalo

Kim Kardashian e Kendall Jenner estão confirmadas no remake de "Onze Homens e Um Segredo"

Filme de 2001 ganhará adaptação com elenco 100% feminino

Emma Watson recusou papel de Cinderela antes de "A Bela e a Fera"

"Simplesmente senti que a personagem ressoou muto mais comigo", explicou a atriz

Críticos brasileiros elegem "Aquarius" e "Elle" como os melhores filmes de 2016

Abraccine também escolheu "Estado Itinerante" na categoria curta-metragem

"Minha Mãe é uma Peça 2" é o terceiro filme nacional mais assistido desde 2002

Comédia estrelada por Paulo Gustavo estreou em dezembro e segue em cartaz