Guia da Semana

“Lascados”: road movie brasileiro percorre o litoral sob o clima dos anos 90

Chay Suede e Paloma Bernardes estão no filme, voltado para o público infanto-juvenil

Os anos 90 tiveram seu charme. Numa mesma década, conviveram o movimento grunge, o misticismo dos chupa-cabras e extra-terrestres e o início da era digital. Mas os adolescentes de lá eram os mesmos de cá: despreocupados com a faculdade, ligados uns aos outros como irmãos, apegados aos seus violões e sempre sonhando com um Carnaval longe dos pais e cheio de garotas.

É essa lembrança doce da juventude que o diretor Vitor Mafra (ex-MTV) leva à tela em seu longa de estreia, “Lascados”, que chega aos cinemas no dia 18 de setembro. Chay Suede, novo queridinho das noveleiras, Paulo Vilela, José Trassi e Paloma Bernardi encabeçam o elenco.

Os três garotos são Felipe, Deco e Burunga, paulistanos que acabaram de passar na faculdade (ou não) e que se reúnem no bairro da Moóca, onde a família de um deles tem uma pizzaria. Se a Moóca e a pizza já soaram bastante típicos para você, espere até ouvir os sotaques (Suede é capixaba; Vilela é  paulista, mas morou sete anos no Rio; Trassi é paulista, mas exagera nos “meus” para caracterizar ainda mais o personagem).

Tudo o que eles querem é passar o Carnaval em algum lugar emocionante, por isso decidem ir a Salvador, a bordo de uma Kombi de cachorro-quente. Se eles chegam ao destino ou não, é o de menos: como em qualquer road-movie, “Lascados” se concentra na jornada e em todas as pequenas aventuras que eles encontram no caminho. Essas aventuras dão ao filme uma cara de hit infanto-juvenil daqueles mesmos anos 90 – mas será preciso esperar para ver se cola entre as crianças de hoje.

A proposta é interessante e os eventos lembram aquelas histórias que todo pré-adolescente sonha em ter para contar. Os meninos encontram dois policiais corruptos, um borracheiro assassino, um bruxo, uma delegada durona e uma garota (Bernardes) sedutora, fugitiva e compulsivamente mentirosa.

O papel de Paloma é, talvez, o único elemento que foge do tom infantil do filme. Não há cenas pesadas e a linguagem é bastante limpa (exceto pela palavra “puta”, dita várias vezes com o sentido de “baita” ou “muita”), mas há uma ideia forte de que a “garota caipira” seja um brinquedo sexual nas mãos dos três, e de que ela consiga tudo o que quer por meio da sensualidade. Duas décadas atrás, isso não seria nenhum problema, mas hoje parece um retrocesso mostrar a mulher dessa forma.

Entre praias e festas de rua, “Lascados” conquista a simpatia do público com um clima alto-astral e despretensioso. De quebra, ainda mostra uma região pouco explorada pelo cinema (o Espírito Santo), cumprindo a promessa de viajar de verdade: no tempo e no espaço.

Assista se você:

  • Gosta de road movies
  • Quer ver um filme leve
  • Foi jovem nos anos 90

Não assista se você:

  • Não gosta de road movies
  • Não quer ver um filme com humor infantil
  • Quer fugir de estereótipos

Atualizado em 19 Set 2014.

Por Juliana Varella
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

"Mulher-Maravilha" ganha coleção de colecionáveis pela Funko

Lançamento vem para entrar no clima do novo filme da heroína

“A Grande Muralha” – Zhang Yimou abraça a fórmula de Hollywood em aventura com Matt Damon

Filme também traz a atriz chinesa Tian Jin como comandante de um exército

Elenco de "Simplesmente Amor" se reúne em sequência especial do filme

Curta-metragem vem para arrecadar fundos à instituição de caridade britânica

Emma Watson aparece em novas imagens de "A Bela e a Fera"; confira

Atriz contou à EW sobre a transformação de Bela em uma princesa empoderada

Star Wars ganha título em português e acaba com mistério sobre último jedi

"Episódio VIII" se chamará "Os Últimos Jedis" e chega aos cinemas em dezembro

Conheça 4 animações brasileiras que vão te surpreender

Descubra esse lado ainda pouco reconhecido (mas muito premiado) do cinema nacional