Guia da Semana

Padilha quer nova lei de incentivo ao cinema

Diretor de Tropa de Elite 2 abriu mão de distribuidora para testar modelo

18 de outubro de 2010

 

O cineasta brasileiro José Padilha pega carona na estreia bem-sucedida de Tropa de Elite 2 para discutir a questão das leis de incentivo às produções cinematográficas no país. Segundo ele, ao contrário do modelo de contrato norte-americano, os filmes nacionais recebem muito mais investimentos do produtor que do distribuidor.

 

Para comprovar esta prática, Padilha abriu mão de um distribuidor neste seu último filme e diz que vai apresentar ao governo um relatório com os resultados desta experiência. Antes de fazer uma proposta de mudança na legislação, o diretor vai se reunir com grandes produtores brasileiros com o objetivo de montar uma distribuidora.

 

Com menos de duas semanas em cartaz, Tropa de Elite 2 já atingiu o patamar de três milhões de espectadores.

Atualizado em 10 Abr 2012.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

8 Filmes imperdíveis que chegam aos cinemas em maio

"Corra!" e "Alien: Covenant" chegam aos cinemas neste mês

“Gostosas, Lindas e Sexies” – Sex and the City à brasileira chega aos cinemas com elenco plus-size

Filme estreia nesta quinta, 20 de abril

Será? Will Smith pode ser o Gênio no live-action de "Aladdin"

Segundo o Deadline, ator está em negociações com a Disney

5 Motivos para (ir correndo) ver “Guardiões da Galáxia Vol. 2”

Filme chega aos cinemas no dia 25 de abril e já tem ingressos à venda

“Paixão Obsessiva”: suspense trash com Katherine Heigl estreia nesta quinta

Heigl interpreta uma ex-mulher determinada a eliminar a atual

“Paterson” - Adam Driver é um poeta do cotidiano em novo filme de Jim Jarmusch

Filme conta a história de um motorista de ônibus que escreve poemas nas horas vagas