Guia da Semana

Padilha quer nova lei de incentivo ao cinema

Diretor de Tropa de Elite 2 abriu mão de distribuidora para testar modelo

18 de outubro de 2010

 

O cineasta brasileiro José Padilha pega carona na estreia bem-sucedida de Tropa de Elite 2 para discutir a questão das leis de incentivo às produções cinematográficas no país. Segundo ele, ao contrário do modelo de contrato norte-americano, os filmes nacionais recebem muito mais investimentos do produtor que do distribuidor.

 

Para comprovar esta prática, Padilha abriu mão de um distribuidor neste seu último filme e diz que vai apresentar ao governo um relatório com os resultados desta experiência. Antes de fazer uma proposta de mudança na legislação, o diretor vai se reunir com grandes produtores brasileiros com o objetivo de montar uma distribuidora.

 

Com menos de duas semanas em cartaz, Tropa de Elite 2 já atingiu o patamar de três milhões de espectadores.

Atualizado em 10 Abr 2012.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Logan: "filme definitivo" do Wolverine chega aos cinemas

Longa marca a despedida de Hugh Jackman do personagem que viveu por 17 anos

Um Limite Entre Nós: filme indicado ao Oscar chega ao Brasil em cima da hora

Longa traz Denzel Washington e Viola Davis em atuações singulares

13 filmes indicados ao Oscar que você pode assistir em casa agora mesmo

Do premiado “A Chegada” ao emocionante “Fogo no Mar”, veja quais são os filmes do Oscar para assistir no NOW

Confira os melhores momentos da passagem de Hugh Jackman pelo Brasil

“Silêncio”: 3 motivos para ver o novo filme de Scorsese (e 3 para pensar duas vezes)

Longa traz Andrew Garfield e Adam Driver como padres jesuítas

Playarte Splendor inaugura novo cardápio para ser degustado no cinema

Praticidade é o foco dos novos petiscos da Sala Vip