Guia da Semana

Padilha quer nova lei de incentivo ao cinema

Diretor de Tropa de Elite 2 abriu mão de distribuidora para testar modelo

18 de outubro de 2010

 

O cineasta brasileiro José Padilha pega carona na estreia bem-sucedida de Tropa de Elite 2 para discutir a questão das leis de incentivo às produções cinematográficas no país. Segundo ele, ao contrário do modelo de contrato norte-americano, os filmes nacionais recebem muito mais investimentos do produtor que do distribuidor.

 

Para comprovar esta prática, Padilha abriu mão de um distribuidor neste seu último filme e diz que vai apresentar ao governo um relatório com os resultados desta experiência. Antes de fazer uma proposta de mudança na legislação, o diretor vai se reunir com grandes produtores brasileiros com o objetivo de montar uma distribuidora.

 

Com menos de duas semanas em cartaz, Tropa de Elite 2 já atingiu o patamar de três milhões de espectadores.

Atualizado em 10 Abr 2012.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

10 Motivos para ver a animação “Sing – Quem Canta Seus Males Espanta”

Filme chega aos cinemas no dia 22 de dezembro

“Pets” tem sessão gratuita para incentivar a adoção de animais

Cine Matilha exibe a animação em sessão aberta para cães e seus donos

7 Fatos sobre “Fallen” que você precisa saber antes de ir aos cinemas

Adaptação do primeiro livro da saga adolescente estreia no dia 8 de dezembro

4 Motivos para ver “A Qualquer Custo” nos cinemas

Filme com Chris Pine e Jeff Bridges chega aos cinemas em janeiro

"50 Tons Mais Escuros" ganha trailer inédito; confira

Novo vídeo do longa está mais caliente do que nunca!

Clássico de Chaplin tem sessão gratuita no Auditório Ibirapuera

Exibição encerra a programação do centenário de Paulo Emílio Sales Gomes