Guia da Semana

Raridade de Streisand


Uma garota precisa se vestir como homem para poder estudar. Já dentro da escola, ela se apaixona por seu colega, mas deve reprimir seus sentimentos para manter a falsa identidade. Bem resumidamente até parece uma daquelas típicas tramas de comédias românticas que lotam as prateleiras das locadoras, não? Acontece que há outros detalhes que fazem desse um filme merecedor de indicação. Infelizmente é pouco popular no Brasil e completamente desconhecido entre a geração de apreciadores dos blockbusters contemporâneos.

Protagonizado, co-roteirizado, produzido e dirigido pela incrível Barbra Streisand, Yentl é um musical emocionante. O filme, adaptado do romance Yentl, the Yeshiva Boy, de Isaac Bashevis Singer, esteve em alta na época de seu lançamento, em 1983. Ganhou um Oscar e concorreu a outros quatro em 1984. A história retrata a discriminação machista entre uma comunidade de judeus, onde a mulher tem o dever de cuidar da casa e somente o homem pode estudar.

Criada por um dos ensinadores do Talmud (livro que reúne leis, histórias e tradições judaicas), a personagem de Barbra é uma mulher muito determinada e inteligente, que se vê desamparada após a morte do pai, o único que permitia e incentivava seus estudos. Com um futuro fadado aos afazeres domésticos, ela recusa sua identidade e se lança em outra cidade como um homem. Aceita em uma das escolas, ela fica maravilhada com o acesso livre aos livros e com a chance de discutir "assuntos de homem" sem ser repreendida. Mas, ela fatalmente se apaixona por um colega e deve sufocar seus sentimentos a qualquer custo.

Yentl não é cansativo, pode ser visto até mesmo por quem não é muito adepto ao gênero musical. As canções pontuam apenas reflexões e confissões da personagem, não há diálogos. Além da voz invejável de Barbra, as letras emocionam. Vale a pena assistir, mas há o grande porém da dificuldade de encontrar uma cópia.

Procurei loucamente por todas as grandes e pequenas locadoras, mas a resposta era sempre negativa. O curioso é que em todas elas, o atendente nunca nem tinha ouvido falar desse filme. Mas eu estava determinada a encontrar, especialmente para satisfazer a vontade dos meus pais. Um parênteses pessoal aqui: meus pais foram assistir ao filme no cinema, mas minha mãe teve um acesso de enjôo por estar grávida de mim e foi obrigada a deixar a sala. Bizarro, não? Eles sempre comentavam sobre esse filme naquelas conversas nostálgicas. Eu meio que assumi isso como uma missão!

Como aparentemente não havia em nenhuma loja, recorri à internet. Um dia uma amiga disse que tinha um presente para mim, nunca imaginaria que fosse o filme. Eu já até tinha desistido momentaneamente da busca, mas parece que quando paramos de procurar é que achamos. Por isso, para quem se interessou pela dica, vale a pena revirar a web para descobrir onde o filme está disponível.

Fotos: www.imdb.com, http://www.bjsmusic.com/Yentl15/ e http://www.barbra-archives.com/Films/streisand_yentl.html

Quem é a colunista: Vanessa Carvalho, ex-atriz e bailarina, adora uma boa maratona de filmes, jogos de vídeo game, uma rave animada ou um papo descomprometido em uma mesa de bar.

O que faz: Estudante de jornalismo e repórter da equipe do Guia da Semana.

Pecado gastronômico: Overdose de carboidratos em um restaurante fast food.

Melhor lugar de São Paulo: Meu quarto, meu domínio.

Fale com ela: vanessacarvalho_f@hotmail.com

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Após polêmica, Bernardo Bertolucci desmente estupro em "Último Tango em Paris"

Diretor julgou repercussão como um "mal-entendido ridículo"

"Guardiões da Galáxia Vol. 2" tem o trailer mais assistido da história da Marvel

Continuação do longa de 2014 chega aos cinemas em abril de 2017

"Sully - O Herói do Rio Hudson" ganha nova data de estreia no Brasil

Filme em que Tom Hanks evita acidente aéreo teve lançamento adiado após tragédia com Chapecoense

Apresentador Jimmy Kimmel comandará o Oscar 2017

Notícia foi confirmada pela revista Variety

Assista à nova prévia de "Tamo Junto", comédia estrelada por Sophie Charlotte

Longa apresenta humor repleto de referências da cultura pop

Bertolucci revela que houve estupro em cena de "Último Tango em Paris" e revolta Hollywood

"Queria sua reação como garota, não como atriz", disse o diretor