Guia da Semana

“Rush” explora rivalidade entre pilotos de Fórmula 1

História real de Niki Lauda e James Hunt inspira novo filme de Ron Howard

Os fãs de Fórmula 1 têm motivos de sobra para correr aos cinemas a partir do próximo dia 13. É quando estreia Rush – No Limite da Emoção, novo filme de Ron Howard sobre um dos personagens mais intrigantes da história do esporte: o piloto Niki Lauda.

+ Veja salas e horários para assistir ao filme
+ Confira as estreias da semana nos cinemas 
+ Conheça 7 filmes sobre Fórmula 1 

O austríaco, que foi campeão mundial pela Ferrari em 1975 e 77 e pela McLaren em 1984, ficou tão conhecido pelas suas vitórias, quanto pelo acidente que sofreu na pista de Nurburgring (Alemanha) em 1976 e que queimou parte da sua cabeça e pulmões. Obstinado, ele voltou às pistas pouco depois para conquistar o campeonato.

Só por isso, Howard já teria uma história pronta nas mãos. Mas o diretor de Frost/Nixon (2008) não quis escolher o caminho do melodrama e, ao invés disso, apostou novamente na tensão humana para conduzir a história. O filme gira em torno da rivalidade quase doentia entre Lauda e o americano James Hunt.

Daniel Bruhl e Chris Hemsworth em Rush - No Limite da Emoção

Enquanto o piloto da Ferrari é interpretado por Daniel Bruhl como frio, disciplinado, metódico e nada atraente, Hunt tem o peso de um Chris Hemsworth: sedutor, passional, irresponsável nas pistas e fora delas. Os dois pilotos se estranham desde a primeira corrida e, a partir de então, nunca mais deixam de perseguir um ao outro.

O ódio sincero com que a relação entre eles é retratada não deixa dúvidas: eles jamais serão amigos, apenas irão se respeitar como profissionais. Essa opção pela realidade “nua e crua” é o que dá o tom ao filme: no lugar de motores pulsantes, vemos as marchas e as engrenagens em funcionamento; no lugar da glória, a iminência da morte.

Niki Lauda e James Hunt

Rush – No Limite da Emoção talvez seja mais aflitivo do que emocionante, como o título em português tenta sugerir.  Howard é bastante naturalista na representação das corridas e, especialmente, do período de Lauda no hospital (é preciso ter estômago). Mas o resultado impressiona pela força dos personagens e pela dor que eles não admitem ter. 

Assista se você

  • É fã de Fórmula 1 
  • Quer ver uma história de competição
  • Procura um filme diferente sobre corridas

Não assista se você

  • Não gosta de Fórmula 1
  • Quer ver uma história tocante de superação
  • Espera ver um filme ao estilo “Velozes e Furiosos”

Atualizado em 12 Set 2013.

Por Juliana Varella
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Cinema nacional tem crescimento expressivo em 2016

Filmes brasileiros atraíram 30,4 milhões de espectadores no último ano

"La La Land" ganha vídeo em versão 8-Bit e você precisa assistir!

Com 14 indicações, musical é a grande apostar do Oscar 2017

Filmes com mulheres protagonistas em Hollywood bate recorde em 2016

Estudo mostra que 29% dos filmes com maiores bilheterias foram estrelados por mulheres

Remake de "Rei Arthur" ganha novo trailer ao som de Led Zeppelin

Com direção de Guy Ritchie, longa chega aos cinema de maio

Emma Watson aparece cantando em novo vídeo de "A Bela e a Fera"

Atriz interpreta a canção "Belle", uma das primeiras do filme

Novos comerciais de "A Bela e a Fera" mostram cenas inéditas do filme

Live-action chega ao Brasil no dia 16 de março