Guia da Semana

Sensação triplicada

Tubarões em sua direção, batalhas saltando da tela e a sensação de vôo livre em um precipício. Coloque seus óculos polarizados e curta a emoção do cinema 3D

Fotos: divulgação

O primeiro versão 3D da trilogia de Toy Story

Em busca de atrair o público e aumentar as bilheterias para as telonas, a indústria cinematográfica tenta reinventar as salas de exibição promovendo nesses ambientes um espaço para passar uma experiência exclusiva. Na era da pirataria e sites que permitem baixar gratuitamente filmes pela internet, a tecnologia tridimensional ganha uma releitura e volta aos cinemas, seduzindo cinéfilos e curiosos para conferir a evolução da sétima arte.

Ao longo da história

Embora seu início seja polêmico, acredita-se que a primeira exibição pública de filme em 3D foi realizada pelos irmãos Lumiére, em 1903. Com o título L'Árrivée du Train, tinha cerca de um minuto e mostrava a chegada de um comboio a uma estação. Durante a década de 50, as projeções 3D surgiram com a promessa de salvar o mercado cinematográfico, em baixa depois da chegada da televisão. O filme Bwana Devil (1952) tornou-se um sucesso e os estúdios aderiram a tecnologia lançando mais de 60 filmes.

Com a invenção do IMAX 3D nos anos 90, o cinema sofreu um novo boom, absorvendo a tecnologia que era usada não só nas grandes projeções, mas também em exposições e parques de diversões. Ainda sim, não emplacou. Depois do sucesso de Avatar - recorde de bilheteria na história do cinema americano, com mais de 2 bilhões de dólares -, acredita-se que o 3D voltou com força total, trazendo as grandes produtoras de Hollywood com os olhos para a tecnologia.

Hoje em dia, são quatro tipos de sistema de exibição tridimensional. O anágrifo é o mais simples, pode ser projetado em qualquer tipo de tela e necessita dos óculos de lente azul e vermelha. O Dolby Digital utiliza uma tela branca com um tratamento especial perolizado, que a torna mais cara. O Real D, atingindo 97% do mercado, tem a película refletida em uma tela prateada (adotado pela rede Cinemark). Por último o IMAX, com tela maior, possui duas faixas de filmes que correm simultaneamente pelo mesmo projetor, necessitando também de óculos polarizados.


O ogro Shrek fecha a série em salas tridimencionais

De acordo com o Sindicato das Empresas Distribuidoras Cinematográficas do Rio de Janeiro, o país possui 2376 salas de cinema, sendo 101 com a tecnologia 3D. Na bilheteria, as salas tridimensionais têm mostrado força e representam 8% do valor arrecadado e 5,5% do público, encerrando 2009 com R$ 79 milhões.

O que vem por aí...

Confira algumas películas que passarão pelos cinemas brasileiros em 2010:

Com estreia prevista para 26 de fevereiro, os estúdios da Pixar inicía o lançamento da série Toy Story, que conta as aventuras do boneco cowboy Wood, agora em formato 3D. A sequência, Toy   Story 2 vai para os cinemas dia 5 de março e fechando a sequência, o terceiro filme ( Toy Store 3), programado para 25 de junho, com a opção de ser assistido em formato Disney Digital 3D e IMAX 3D.

Em 26 de março, a DreamWorks Animation entra em cartaz com a animação Como Treinar o Seu Dragão ( How to Train Your Dragon), baseado no livro infantil de Cressida Cowell. A história apresenta um mundo mítico para contar sobre um filho de um chefe viking que para ser iniciado na hierarquia da tribo precisa capturar e matar um dragão.

Ansiosamente aguardado pelo público e crítica, a clássica obra de Lewis Caroll, Alice no País das Maravilhas ( Alice in Wonderland), estreia 23 de abril nos cinemas brasileiros. Além do formato 3D, o diretor Tim Burton, pretende eternizar a personagem com a participação de Mia Wasikowska no papel de Alice e Johnny Depp, encarnando o Chapeleiro Maluco. Pelos trailers divulgados, os efeitos especiais e as animações prometem agradar o espectadores.

Alice no País das Maravilhas apresenta um mundo onírico e nonsense

Com um enredo que mostra a união de um alienígena com um humano em busca de salvar um planeta alienígena, o longa A Batalha por T.E.R.R.A ( Battle for T.E.R.R.A) é lançado em 21 de maio nos cinemas. O filme aborda temas como amizade, sacrifício e alerta para a necessidade da defesa dos recursos naturais do planeta.

Já a quarta e última franquia da série, Shrek Para Sempre, não poderia ficar de fora e adere ao formato 3D. Com estreia para 9 de julho, a animação dirigida por Mike Mitchell mostra que, depois de várias aventuras, o ogro virou homem de família e vive tranqüilo em seu povoado, isso até assinar um contrato com o falante Rumplestiltskin, resultando em uma tragédia. Bem humorada, claro!

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

10 Motivos para ver a animação “Sing – Quem Canta Seus Males Espanta”

Filme chega aos cinemas no dia 22 de dezembro

“Pets” tem sessão gratuita para incentivar a adoção de animais

Cine Matilha exibe a animação em sessão aberta para cães e seus donos

7 Fatos sobre “Fallen” que você precisa saber antes de ir aos cinemas

Adaptação do primeiro livro da saga adolescente estreia no dia 8 de dezembro

4 Motivos para ver “A Qualquer Custo” nos cinemas

Filme com Chris Pine e Jeff Bridges chega aos cinemas em janeiro

"50 Tons Mais Escuros" ganha trailer inédito; confira

Novo vídeo do longa está mais caliente do que nunca!

Clássico de Chaplin tem sessão gratuita no Auditório Ibirapuera

Exibição encerra a programação do centenário de Paulo Emílio Sales Gomes