Guia da Semana

Speed Racer: Alucinação e Efeitos em Alta Velocidade

De Los Angeles


É chegada a hora de embarcarmos no novo delírio visual dos irmãos Wachowski. Embarcar talvez não seja o termo certo, mas sim sentar no cockpit e acelerar o imbatível Mach 5 por ruas surreais, cidades coloridas ao extremo e participar das corridas mais alucinantes que os desenhos animados já criaram. E agora é tudo no cinema! É chegada a hora de Speed Racer!

A realização parece feita sob medida para aqueles pedidos desesperados de fãs de clássicos antigos que pedem filmes fiéis e tão alucinantes (nesse caso) quanto suas versões originais. Boa parte daquela impressão de "podia ser melhor se fosse com atores de verdade" de Beowulf, por exemplo, norteia a chegada de Speed Racer aos cinemas, em 9 de junho.

O elenco é bacanudo, com Emile Hirsh (Na Natureza Selvagem) dando vida a Speed, ou Go, no original japonês, Christina Ricci (a eterna Vandinha), como Trixie, a namorada de Speed, e os veteranésimos John Goodman e Susan Sarandon, como Pops e Mãe Racer. O papel mais divertido depois do personagem principal é o do Corredor X: Matthew Fox, que recentemente anunciou ter cansado de Lost e estar de saída da série, encarna o piloto genial e misterioso que ajuda Speed. Embora o personagem título não saiba, Corredor X é muito mais do que um mero piloto e suas ligações vão além do que se imagina. Será que alguém nesse mundo não sabe qual o segredo? Bem, já que muita gente não gostou de saber o final de Eu Sou a Lenda, melhor não contar.

Ao contrário de Beowulf, que foi um filme feito para ser videogame, Speed Racer é um videogame feito para ser filme. Emile Hirsh não viu quase nenhum cenário, tudo era tela azul ou verde. Ele ficava dentro de uma réplica do acento do Mach 5 - e mais tarde do Mach 6 - e, literalmente, os técnicos e os próprios Wachowski pegavam um controle de videogame e controlavam o carro como se estivesse jogando uma partida do clássico F-Zero. Era como se os efeitos fossem feitos primeiro, aí o carro de verdade fosse pilotado por aquelas curvas impossíveis e naquela velocidade impensável.

Bom, não seria Speed Racer se não fosse assim, certo? Como todo filme-evento, essa adaptação vai gerar polêmica e sempre vai haver aquele amigo que acha tudo uma porcaria e prefere aquela versão recente que passou no Cartoon Network, ou o puritano que acha impossível superar o original. Entretanto, é mil vezes mais seguro apostar num filme em live action - mesmo que com toda essa carga de computação gráfica - do que arriscar com novas tecnologias só para ficar parecido com desenho animado. Dois formatos. Duas demandas. Um só assunto. Assim todo mundo fica feliz e, claro, a opção de ir ao cinema, ou não, continua.

De qualquer forma, Speed Racer (filmado inteiramente na Alemanha) chega às telas e mostra o garoto tentando, a todo custo, ganhar a maior corrida do mundo. Disputa, aliás, que causou a morte do irmão mais velho, Rex, anos antes. É tudo uma questão de honra, para "vingar" o irmão de modo sadio e, de quebra, salvar a oficina da família, que vai meio mal das pernas. Para fazer isso, Speed conta com seus instintos - acho que além dele só Anakin Skywalker poderia participar daquela corrida - e com os botões mirabolantes do Mach 5, um dos carros mais desejados do mundo pelos nerd tarja preta! Aliás, ele visitou São Paulo há um tempinho. Justiça seja feita: Gorducho (irmão mais novo) e Zequinha - viva o Macaco! - são fundamentais e ainda causam boas risadas!


Quem é o colunista: Fábio M. Barreto adora escrever, não dispensa uma noitada na frente do vídeo game e é apaixonado pela filha, Ariel. Entre suas esquisitices prediletas está o fanatismo por Guerra nas Estrelas e uma medalha de ouro como Campeão Paulista Universitário de Arco e Flecha.

O que faz: Jornalista profissional há 12 anos, correspondente internacional em Los Angeles, crítico de cinema e vivendo o grande sonho de cobrir o mundo do entretenimento em Hollywood.

Pecado gastronômico: Morango com Creme de Leite! Diretamente do Olimpo!

Melhor lugar do Brasil: There´s no place like home. Onde quer que seja, nosso lar é sempre o melhor lugar.

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Ator de “Power Rangers” faz homenagem à Chapecoense durante a CCXP 2016

Elenco do filme participa da terceira edição da feira de cultura pop em São Paulo

Veja os melhores cosplays da Comic Con Experience 2016 (CCXP)

Evento acontece no São Paulo Expo entre 1 e 4 de dezembro

CCXP 2016 surpreende com vídeos exclusivos no segundo dia de evento

Cena de novo “Homem-Aranha” e trailer de “Planeta dos Macacos: A Guerra” foram destaques na sexta-feira

"Jumanji" tem estreia no Brasil adiada para 2018

Anúncio foi feito pela Sony durante a CCXP

Assista à entrevista exclusiva com Fiuk e Sandy sobre a animação "Sing - Quem Canta Seus Males Espanta"

Filme estreia no dia 22 de dezembro nos cinemas

"A Múmia": Remake com Tom Cruise ganha teaser e pôster

Estreia está agendada para junho de 2017