Guia da Semana

Universal Studios: 100 anos de história

O estúdio mais antigo de Hollywood completa um século de existência e o Guia da Semana relembra os principais momentos da Universal

Em 30 de abril de 1912, Carl Laemmle registrava em Nova York a marca Universal Film Manufacturing, mas foi em 8 de junho que um dos nomes mais conhecidos do meio cinematográfico foi utilizado pela primeira vez. Foi esta a data escolhida para comemorar os 100 anos do UNIVERSAL STUDIOS, o primeiro estúdio de Hollywood a completar um século de existência.

Responsável pelo lançamento de atores como Elizabeth Taylor, Rodolfo Valentino e Wallace Reid e lar de diretores renomados como Alfred Hitchcock, Steven Spielberg e Spike Lee, a Universal ajudou a construir a história do cinema, criando filmes que emocionam o público, enriquecem a cultura cinematográfica e marcam gerações.

Quem nunca ouviu falar de E.T. - O Extraterrestre ou não consegue visualizar a cena do chuveiro ao ouvir a palavra Psicose? A geração dos anos 1990 com certeza se assustou e ficou maravilhada com os dinossauros de Jurassic Park, filme que está entre os maiores sucessos financeiros da do estúdio centenário. Isso sem falar das séries Tubarão, De Volta Para o Futuro, Velozes e Furiosos, American Pie e muitas outras que saíram dos estdios da Universal e rodaram o mundo.

Pensando nos grandes sucessos e dividindo a comemoração dos 100 anos de Universal com os cinéfilos, o estúdio relança em 2012 mais de dez títulos que marcaram época. O primeiro filme que voltou às prateleiras totalmente restaurado em versão comemorativa foi O Sol É Para Todos, longa de Robert Mulligan que completa 50 anos. Outro aniversariante relançado é E.T. - O Extra Terrestre, clássico de Spielberg, que comemora 30 anos.

Entre os relançamentos comemorativos ainda estão Sem Novidade no Front (1930), assinado por Lewis Milestone, que rendeu o primeiro Oscar ao estúdio; Frankenstein (1931), de James Whale; Drácula (1931), de Tod Browning; Golpe de Mestre (1974), de George Roy Hill; Tubarão (1975), de Steven Spielberg; Entre Dois Amores (1985), de Sydney Pollack; A Lista de Schindler (1993), de Steven Spielberg, entre outros.

Já deu para perceber a dimensão e importância do Universal Studios para a história do cinema. Como fica difícil falar de tudo o que aconteceu nestes 100 anos de história, o Guia da Semana selecionou cinco momentos importantes para o estúdio. Confira!

TRAFFIC IN SOULS: A ESTREIA

Em 1913 era lançado Traffic in Souls. O drama dirigido por George Loane Tucker foi considerado o primeiro longa-metragem oficialmente lançado pelos estúdios Universal.

A estreia foi polêmica, já que o filme coloca o dedo na ferida ao falar sobre o tráfico de escravas brancas. Com um orçamento de pouco mais de US$ 5 mil, o longa faturou quase US$ 500 mil.

A CASA DOS MONSTROS


A partir de 1920, os estúdios da Universal lançaram diversos montros que fizeram muito sucesso nos cinemas. Devido à grande repercussão dos filmes de terror e horror lançados na época, ganhou o apelido de "Casa dos Monstros".

Entre os monstruosos da época estão O Fantasma da Ópera (1925), Drácula (1931), Frankenstein (1931), A Múmia (1932), A Noiva de Frankenstein (1935), O Homem Invisível (1933), O Corcunda de Notre Dame (1939), O Lobisomen (1941) e O Monstro da Lagoa Negra (1954). 

ALFRED HITCHCOCK


Mestre dos filmes de suspense, Alfred Hitchcock é um dos grandes diretores que lançaram sucessos pela Universal Pictures.

Na lista estão os inesquecíveis Um Corpo que Cai (1958), Psicose (1960) e Os Pássaros (1963).

NEW HOLLYWOOD


Na década de 1970, os estúdios da Universal lançaram o então jovem Steven Spielberg, diretor que mais tarde se tornaria o mais rentável de Hollywood com E.T. - O Extraterrestre - filme de 1982 que faturou cerca de US$ 800 milhões - e Jurassic Park - de 1993 que faturou mais de US$ 900 milhões. 

DEPOIS DOS 100

Como parte das comemorações, também foi lançado um site interativo, onde é possível assistir a trechos dos filmes que levam a marca Universal, além de uma logomarca comemorativa e um vídeo que apresenta a evolução do símbolo do estúdio ao longo dos anos.

Em 2012, a tradicional imagem do globo terrestre ainda vai aparecer várias vezes ates do início dos filmes. Alem de O Lorax, American Pie: O Reencontro, Battleship - A Batalha dos Mares e A Branca de Neve e o Caçador - títulos que chegaram aos cinemas este ano com a marca do estúdio centenário -, ainda estão previstas outras estreias pela Universal. Conheça:

>> O Que Esperar Quando Você Está Esperando (3 de agosto)

>> Ted (5 de agosto)

>> Selvagens (19 de agosto)

>> O Legado Bourne (24 de agosto)

>> Para Norman (7 de setembro)

>> Cinco Anos de Noivado (21 de setembro)

Atualizado em 15 Jun 2012.

Por Mariana Viola
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Veja os melhores cosplays da Comic Con Experience 2016 (CCXP)

Evento acontece no São Paulo Expo entre 1 e 4 de dezembro

CCXP 2016 surpreende com vídeos exclusivos no segundo dia de evento

Cena de novo “Homem-Aranha” e trailer de “Planeta dos Macacos: A Guerra” foram destaques na sexta-feira

"Jumanji" tem estreia no Brasil adiada para 2018

Anúncio foi feito pela Sony durante a CCXP

Assista à entrevista exclusiva com Fiuk e Sandy sobre a animação "Sing - Quem Canta Seus Males Espanta"

Filme estreia no dia 22 de dezembro nos cinemas

"A Múmia": Remake com Tom Cruise ganha teaser e pôster

Estreia está agendada para junho de 2017

Cahiers du Cinéma elege os melhores filmes de 2016

O brasileiro "Aquarius" aparece em quarto lugar na lista